20/04/2015

Conheça Jacarepaguá, um dos bairros que mais cresce no Rio de Janeiro

Além das muitas construções residenciais, o Parque Olímpico é a maior obra de Jacarepagua

Fonte: Revista do ZAP

Uma pequena volta pelas ruas de Jacarepaguá entrega o progresso. O bairro da zona oeste do Rio de Janeiro, localizado entre Barra da Tijuca, Vargem Grande, Taquara, Cidade de Deus, Curicica, Anil e Grajaú, é um dos mais cobiçados por empreiteiras na cidade. Segundo dados da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi), 70%  das unidades habitacionais lançadas na cidade nos últimos dez anos estão na região.

Por isso são muitas as ofertas de casas e apartamentos em Jacarepaguá, especialmente nas avenidas Embaixador Abelardo Bueno e Salvador Allende, e nas estradas Arroio Pavuna e Coronel Pedro Correia. A população de 157.326 tem renda média de R$ 1.351, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e o bairro é o quinto mais populoso da cidade.

Jacarepaguá é o bairro mais populoso do rio de Janeiro (Foto: Divulgação/ Prefeitura)
Jacarepaguá é o bairro mais populoso do rio de Janeiro (Foto: Divulgação/ Prefeitura)

Além das muitas construções residenciais, o Parque Olímpico é a maior obra da região. No terreno de 1,18 milhão de metros quadrados serão disputadas 16 modalidades olímpicas e 10 paralímpicas durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. Segundo a Prefeitura do Rio, as instalações vão virar escolas e espaços de lazer no futuro.

O comércio de rua de Jacarepaguá é forte, principalmente na Estrada dos Bandeirantes e Estrada dos Três Rios. Quando se fala de cultura e diversão, os moradores têm à disposição o Espaço Cultural da Escola Sesc de Ensino Médio, que oferece sessões de cinema, apresentações musicais e teatrais. São muitos os shoppings e centros de compras, como o Shopping Metropolitano, também com salas de cinema, e o Rio 2 Shopping. Entre as inúmeras escolas públicas e privadas estão a Escola Sesc do Ensino Médio e o Colégio Marista São José. A oferta de cursos de línguas também é grande.

Parque olímpico em Jacarepaguá (Foto: Divulgação/ Renato Sette)
Parque olímpico em Jacarepaguá (Foto: Divulgação/ Renato Sette)

Alguns importantes hospitais da cidade estão instalados em Jacarepaguá, como o Centro Internacional Sarah de Neurorreabilitaçao e Neurociência, o Hospital e Maternidade Perinatal e o Hospital Federal Cardoso Fontes.

O transporte de ônibus atende bem a região. As linhas comuns que passam nas principais vias dão acesso a outros bairros da zona oeste e à zona norte. Os ônibus da chamada Trasncarioca levam moradores da região até à Ilha do Governador, onde está o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro.

A história de Jacarepaguá, que em tupi significa “vale dos jacarés”, começou ainda no século XVI, quando terras foram doadas pelo governador a nobres da época. Já nos séculos XVIII e XIX, o local ficou conhecido pela produção açucareira e de café, respectivamente. O crescimento do bairro teve início nos anos 1920, quando a Estrada de Jacarepaguá foi modernizada. Já em 1950, a construção da Estrada Grajaú-Jacarepaguá facilitou o acesso à zona norte e à zona central. Em 1997 foi inaugurada uma das vias mais importantes do bairro, a Linha Amarela, que conecta a zona oeste à Avenida Brasil, terminando na Ilha do Fundão. As informações são da Prefeitura do Rio.

 

Conheça a história do Rio de Janeiro

Gávea é recanto na agitada zona sul

Conheça a história de Copacabana

Conheça a história da Barra da Tijuca

Conheça a história de Laranjeiras

Catete, o bairro que foi o centro do Brasil por 63 anos

 

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

3 Comentários

  1. A preocupação não é só minha pois também é d”queles que se preocupam com o desalinhamento entre crescimento e desenvolvimento que são absurdamente visiveis em todo o estado do rio e em demasia nesta região.

  2. Estamos chocados com a desumanização do Recreio no Corredor BRT.Falta de árvores nas calçadCom o calor do Rj, impossível caminhar no calor escaldante..o que era para ser agradável ficou um deserto asfáltico e de cimento.Esqueceram ( de propósito?) de arborizar, disse arborizar com ÁRVORES, não só Palmeiras..para respirarmos um ar mais puro, já que o número de carros nas ruas cresceu assustadoramente e nem se preocuparam em fazer ciclovias para estimular o uso deste veículo que poderia ser utilizado pelos moradores para facilitar o andar pelas ruas, sem necessidade de pegar carro, já que tudo ´na Av. das Américas é feito de carro..E ainda falam em preservar o meio ambiente. O exemplo vem de cima!As eleições estao próximas e estes políticos com certeza receberão o troco.O povo não está tão bobo!!!

  3. SENHORES;O NOME RIO DE JANEIRO COMEÇOU DE UM TROPEÇO DO PORTUGUÊS QUE PENSOU QUE A BAHIA DE GUANABARA ERA A FÓZ DE UM GRANDE RIO, QUANDO CHEGOU À CONCLUSÃO QUE NÃO ERA NÃO VOLTOU ATRÁS.NO RIO DE JANEIRO SÓ SE FALA ZONA NORTE, ZONA SUL E ZONA OESTE.ACREDITO QUE QUALQUER ÁREA ANALISADA EM CEM POR CENTO TERÁ QUE TER OS QUATRO PONTOS CARDEAIS.NESSE CASO SE NÓS AFIRMAMOS QUE BANGÚ, CAMPO GRANDE E SANTA CRUZ SÃO ZONA OESTE, O LADO OPOSTO É A ZONA LESTE, O CHAMADO CENTRO É A ZONA NORTE E LÁ NO FUNDO QUANDO O MAPA DO MUNICÍPIO FAZ UMA PONTA SERIA O EXTREMO DA ZONA SUL.PORTANTO CONSIDERO QUE A ZONA LESTE VAI DO ATERRO DO FLAMENTO ATÉ GUARATIBA. PORTANTO, NA MINHA CONCEPÇÃO COPACABANA, BARRA, PRAIA DE JACAREPAGUÁ E RECREIO ESTÃO NA ZONA LESTE.EU DISSE PRAIA DE JACAREPAGUA, QUE VAI DA ALVORADA ATÉ O FINAL DA RESERVA, VIDE MAPA DA EDITORA TRIESTE, DAS MAIS CONCEITUADAS NOS MEIOS ESTUDANTIS, PORTANTO O CAMORIM QUE É O BAIRRO OMITIDO DESDE A CRIÇÃO DO TAL RIO CENTRO, É O MAIOR BAIRRO PRAIANO DO RIO DE JANEIRO, VAI DO PARQUE ESTADUAL DA PEDRA BRANCA ATÉ A PRAIA.AO QUE NOS CONSTA O SURF NUNCA VAI SAIR DE MODA, SE EXISTEM BOAS ONDAS NARESERVA, A PRAIA DE JACAREPAGUÁ ERA PARA SER BADALADA PELOS SURFISTAS EM NÍVEL NACIONAL.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.