21/06/2012

Conheça a história do bairro Santana

Distrito é um dos mais antigos da cidade e sua população é a que tem mais presença de idosos em São Paulo

Fonte: ZAP

A ascendência do bairro está ligada à “Fazenda de Santana”, que, no início do século XIX, teve suas terras partilhadas em sesmarias. No começo do século passado, o quartel do Exército, que fica na Rua Alfredo Pujol, tomou o lugar da casa-sede da fazenda e as novas casas começaram a se concentrar nesta região e na Rua Dr. Cesar. Um reservatório de água no alto da serra foi inaugurado, chamado Tramway da Cantareira, e provocou a chegada de muitas chácaras no local, que mais tarde começaram a dar lugar às residências mais parecidas com as atuais.

parque da juventude
lém de atrações recreativas, Parque da Juventude, em Santana, também recebe shows (Foto: Portal do Governo do Estado de São Paulo)

Com fácil acesso à Marginal Tietê e às avenidas Tiradentes, Nove de Julho, Braz Leme, Cruzeiro do Sul, General Ataliba Leonel, Voluntários da Pátria, Santos Dumont, Engenheiro Caetano Álvares e Nova Cantareira, Santana é servida também pela linha azul do metrô. Os moradores da região podem utilizar a estação que leva o mesmo nome do bairro, além da Tietê, Carandiru e Jardim São Paulo.

A infraestrutura do bairro Santana SP conta com os hospitais Presidente, San Paolo e São Camilo, entre outros. Além disso, há muitas escolas que são tradicionais na região, como os colégios Imperatriz Leopoldina, Luiza Marillac, Madre Mazzarello, Saa e Salete.

Há três clubes esportivos que estão na área há décadas: Espéria, Portuguesa e Tietê.Tais lugares oferecem diversões como piscina, quadra de tênis, futebol, salão de baile e muitos outros atrativos. Quem quiser optar por lazer gratuito pode ir onde ficava o antigo Complexo Penitenciário do Carandiru, que, foi desativado e abriu espaço para o Parque da Juventude. O local tem 95 mil metros quadrados e oferece espaço recreativo para quem gosta de andar de skate, jogar vôlei, futsal e handebol, além de uma biblioteca.

Apesar de bastante conhecido na zona norte, a população do bairro vem diminuindo nos últimos anos. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2000 havia 124.789 pessoas habitando o bairro, enquanto a entidade registrou o número de 118.797 vivendo na área em 2010. O analista socioeconômico Jefferson Mariano explica que isso se deve ao fato de que muitos domicílios deram lugar a atividades comerciais. Além disso, ele lembra que o bairro de Santana é um dos distritos da capital com maior presença de idosos. Há dois anos, o órgão constatou que há 21.362 pessoas da terceira idade morando do bairro.

Conheça a história do Tucuruvi

São Paulo: Conheça a história do Jardins

São Paulo: Conheça a história do Brooklin

São Paulo: Conheça a história do Paraíso

São Paulo: Conheça a história do Ipiranga

 

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.