27/02/2014

São Paulo: Conheça a história do Ipiranga

Bairro entrou para a história do Brasil ao se tornar cenário da Independência do País

Fonte: Revista do ZAP

O Ipiranga, localizado na zona sul de São Paulo, é um dos bairros mais antigos da cidade. Habitado por famílias de classe média e classe média-alta, abriga importantes pontos históricos da cidade, como o Museu do Ipiranga, um dos mais conhecidos no Brasil, com arquitetura em estilo clássico, que guarda um grande número de relíquias do período colonial brasileiro.

bairro ipiranga
Bairro é atendido por três estações da Linha 2-Verde do Metrô de São Paulo (Foto: Reprodução – SkyscraperCity)

+ Confira o guia completo da reforma e decoração de uma casa

+ Ferramenta informa o preço estimado do seu apartamento

Há também o Parque da Independência, em frente ao edifício do museu, onde há um monumento que simboliza a Independência do Brasil, que foi proclamada onde hoje está o parque, e o famoso “Grito do Ipiranga”. Dentro do parque é possível ver a Casa do Grito, que aparece no lado direito do quadro do pintor Pedro Américo que retrata a independência.

O bairro do Ipiranga entrou para a história do Brasil ao se tornar cenário da Independência do País. Dom Pedro I, vindo de uma de suas andanças pela cidade de Santos, decidiu libertar o Brasil de Portugal em uma de suas paradas às margens do riacho do Ipiranga. O episódio ficou registrado no famoso quadro de Pedro Américo e na letra do Hino Nacional Brasileiro.

museu do ipiranga
Bairro abriga um importante ponto histórico da cidade, que é o Museu do Ipiranga (Foto: Reprodução – Portal USP)

Ferrovia

Posteriormente, a inauguração da Estrada de Ferro Santos a Jundiaí, em 1867, permitiu que a região, até então um lugarejo nos arrabaldes da cidade de São Paulo, se integrasse definitivamente à malha da cidade.

Também por causa da ferrovia o Ipiranga para o bairro Ipiranga- São Paulo como um bairro industrial, já que muitas fábricas aproveitavam as facilidades proporcionadas pela proximidade com os trilhos que ligavam a cidade tanto com o litoral como com o interior para se estabelecerem na região.

Em 1947, a inauguração da Rodovia Anchieta só reforçou essa vocação, trazendo uma nova leva de indústrias para a região.

Paralelamente, a Rua Bom Pastor e Avenida Dom Pedro I ficaram caracterizadas por casarões de famílias abastadas e pela classe média que trabalhava nas fábricas ou em outros bairros de São Paulo. Enquanto isso, na Avenida Nazaré, que corria ao longo do topo da colina do Ipiranga, instituições de ensino ou caridade ligadas à Igreja Católica despontavam, ocupando parte do espaço.

A partir dos anos 1970, por motivos principalmente econômicos, o Ipiranga começou a perder essas indústrias para outras regiões e outras cidades. Os espaços vagos passaram a ser gradualmente ocupados por comércio, serviços e, mais recentemente, por grandes empreendimentos residenciais.

O Ipiranga é atendido por três estações da Linha 2-Verde do Metrô de São Paulo: Sacomã, Alto do Ipiranga e Santos-Imigrantes, e ainda pela Estação Ipiranga da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos.

Conheça outras atrações desse e outros bairros de São Paulo no Minha Sampa

 

São Paulo: Conheça a história do Jardins

São Paulo: Conheça a história do Brooklin

São Paulo: Conheça a história do Paraíso

São Paulo: Conheça a história do Ipiranga

 

 + Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.