17/03/2014

São Paulo: Conheça a história do Jardins

A região, riscada por 28 ruas, é uma das mais nobres da capital paulista

Fonte: Revista do ZAP

A região dos Jardins, na zona oeste de São Paulo, compreende as ruas de quatro bairros nobres, todos pertencentes à Subprefeitura de Pinheiros: Jardim Paulista e Jardim América, no distrito de Jardim Paulista; e Jardim Europa e Jardim Paulistano, no distrito de Pinheiros. Certos trechos de Cerqueira César, localizados na área sul à Avenida Paulista, também são considerados parte integrante da região.

Certos trechos de Cerqueira César, localizados na área sul à Avenida Paulista, também são considerados parte integrante da região (Fotos: Divulgação)

A região, riscada por 28 ruas, é uma das mais nobres da capital paulista. Destaca-se pela qualidade dos serviços oferecidos, como os restaurantes bem cotados em guias gastronômicos, e diversos bares. Além de luxuosos imóveis ofertados.

+ Confira o guia completo da reforma e decoração de uma casa

+ Ferramenta informa o preço estimado do seu apartamento

O Jardim América foi criado a partir de um loteamento feito pela Companhia City of S. Paulo Improvements and Freehold Land Co. Ltda. e projeto urbanístico do inglês Barry Parker, o mesmo que planejou o primeiro bairro-jardim de Londres. O projeto baseava-se no conceito de cidade-jardim e pretendia concentrar residências de alto padrão.

A empresa impôs em contrato que os fechamentos dos terrenos para a rua deveriam ser baixos, afastados uns dos outros para não impedir a visão dos imóveis. As obras foram iniciadas em 1913 e terminadas em 1929. Industriais, políticos, famílias tradicionais da elite e profissionais liberais bem-sucedidos passaram a procurar lotes para construir suas casas, onde poderiam demonstrar e usufruir de sua riqueza.

O bairro foi ocupado por famílias de classe média-alta

O sucesso do Jardim América levou ao lançamento, em 1922, do projeto para o Jardim Europa, seguindo as mesmas diretrizes urbanísticas, na continuação do terreno em direção ao rio Pinheiros. O projeto foi assinado pelo engenheiro-arquiteto carioca Hipólito Gustavo Pujol Júnior.

Ainda na década de 1920, foi feito o loteamento do Jardim Paulista, em terras pertencentes às famílias Pamplona e Paim, nas terras acima do Jardim América até a Avenida Paulista. Diferentemente do bairro vizinho, o Jardim Paulista foi urbanizado com ruas de traçado retilíneo, que se cruzavam apenas em ângulos retos. Além disso, em vez de nomes de países da América ou da Europa, as alamedas receberam denominações de cidades do interior paulista. O bairro foi ocupado por famílias de classe média-alta.

Na mesma época foram loteados os terrenos a oeste e noroeste do Jardim Europa, pertencentes às famílias Matarazzo e Melão, que deram origem ao Jardim Paulistano. O planejamento urbano da região manteve o padrão de grandes áreas verdes e construções de luxo.

Em 1986, os quatro bairros-jardins, juntamente com a tradicional Sociedade Harmonia de Tênis, foram tombados pelo Condephaat por ser a primeira experiência de urbanização pelo modo cidade-jardim no País. O tombamento incidiu sobre o traçado urbano, a vegetação e as linhas demarcatórias dos lotes.

O Parque do Trianon está localizado no bairro de Cerqueira César

O bairro Jardins na TV

A região foi e é plano de fundo em diversas novelas brasileiras, sendo o lugar onde vivem todos os personagens de classe alta e média-alta das tramas. Entre elas estão  Sete Pecados e Caras & Bocas, de Walcyr Carrasco, Rainha da Sucata e Passione de Sílvio de Abreu.

Atrações do bairro Jardins SP

Os Jardins são um dos principais pontos turísticos da cidade devido à presença de lojas de grifes internacionais, museus, restaurantes, bares e hotéis. No bairro de Cerqueira César estão o Colégio Dante Alighieri, o Conjunto Nacional e o único parque da região, o  Trianon. No Jardim Paulistano encontram-se o Shopping Iguatemi, a Escola Panamericana de Arte e a St. Paul”s School, destinados à elite paulistana.

A região tem ainda o Museu de Imagem e do Som de São Paulo, Museu Brasileiro da Escultura, Fundação Cultural Ema Gordon Klabin, Teatro Procópio Ferreira, Museu da Casa Brasileira e o Monumento aos Heróis da Travessia do Atlântico.

No distrito do Jardim Paulista encontra-se o Conjunto Nacional, importante edifício residencial e comercial inaugurado em 1956 e um dos primeiros prédios multifuncionais da cidade.

Conheça outras atrações desse e outros bairros de São Paulo no Minha Sampa

 

 

São Paulo: Conheça a história do Jardins

São Paulo: Conheça a história do Brooklin

São Paulo: Conheça a história do Paraíso

São Paulo: Conheça a história do Ipiranga

 

 + Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.