01/09/2015

Conheça a Vila da Penha, um dos bairros mais charmosos da zona norte do Rio

As casas coloridas com fachadas de azulejos e com bonitos jardins são uma característica marcante no bairro

Fonte: Revista do ZAP

As casas coloridas com fachadas de azulejos e com bonitos jardins em suas entradas são uma característica marcante da Vila da Penha, bairro da zona norte do Rio de Janeiro, localizada  entre o Irajá, a Vila Kosmos, a Penha Circular, Brás de Pina e Vicente de Carvalho. Com 25.465 habitantes, com renda média de R$ 2.145, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o bairro de classe média ainda conserva muitas ruas de paralelepípedo. Outras têm quebra-molas para que os motoristas diminuam a velocidade em uma região majoritariamente residencial.

O bairro é bem residencial e tem muitas casas (Foto: Divulgação)
O bairro é bem residencial e tem muitas casas (Foto: Divulgação)

As vias mais movimentadas são as avenidas Vicente de Carvalho, Meriti e Oliveira Belo. Na primeira delas passam BRTs (tradução livre para Transporte Rápido por Ônibus) e ônibus comuns para as zonas central, norte e oeste. O comércio de rua se resume a pequenas lojas de serviço, padarias, agências bancárias, farmácias e lojas de vestuário.

Avenida Vicente de Carvalho, Vila da Penha (Foto: Divulgação)
Avenida Vicente de Carvalho, Vila da Penha (Foto: Divulgação)

Outro centro de compras, o Shopping Carioca foi inaugurado próximo da praça Aquidauna, em 2001, e valorizou a região, já que começou a ser procurada por visitantes de bairros vizinho. O local tem praça de alimentação e salas de cinema.

Ruas são tranquilas no bairro (Foto: Divulgação)
Ruas são tranquilas no bairro (Foto: Divulgação)

Por falar em cultura e diversão, o bairro abriga vários clubes com piscinas para sócios e visitantes como o Mello Tênis Clube, a Casa de Viseu e o Clube Beneficente dos Sargentos da Marinha. A casa de shows e eventos mais importante é o Olimpo. A Vila da Penha ainda tem uma biblioteca, chamada de Biblioteca Comunitária Tobias Barreto de Meneses.

A Praça Rubey Wanderley, conhecida como Largo do Bicão é um dos pontos mais movimentados do bairro e está localizada entre as avenidas Meriti e Brás de Pina. Ali foi instalado um parque de skate. Nos primórdios da Vila da Penha, a praça servia como centro de abastecimento, já que possuía uma fonte de água potável.

(Foto: Divulgação)
Bairro tem boa infra-estrutura (Foto: Divulgação)

São muitas as escolas na Vila da Penha. Entre as públicas e privadas estão a Sociedade de Educação e Caridade Pio XII, o Colégio Rosa  Chama, o Centro Educacional Nova Luz e a Escola Municipal Albert Sabin. Na parte de saúde, além de consultórios particulares, o único hospital do bairro é o particular Hospital Semiu.

De acordo com a subprefeitura, o loteamento do bairro começou por volta dos anos 20, quando fazendas e engenhos de açúcar foram desfeitos. Já em 1930, o chamado Projeto de Arruamento e Loteamento da Vila da Penha consolidou a urbanização do local. A região ganhou este nome ainda na época da colonização. As pedras do Rio Irajá, no bairro vizinho, formavam barreiras entre as cercanias. A palavra “penha”significa pedra, logo a denominação Vila da Penha.

Veja imóveis na Vila da Penha

 

Conheça a história do Rio de Janeiro

Gávea é recanto na agitada zona sul

Conheça a história de Copacabana

Conheça a história da Barra da Tijuca

Conheça a história de Laranjeiras

Catete, o bairro que foi o centro do Brasil por 63 anos

Conheça a Penha, bairro da zona norte que tem igreja como ponto turístico

 

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.