03/12/2013

Conheça dicas importantes para não errar na venda do imóvel

Saiba quais são as atitudes que podem levá-lo ao sucesso ou ao fracasso

Fonte: ZAP Imóveis

Num mercado tão promissor como o imobiliário – cujas vendas, só em São Paulo, cresceram 45% até agosto deste ano, segundo o Secovi – o que nenhum profissional do setor quer é não ser bem sucedido na hora de fechar um negócio.

É dever do corretor oferecer um atendimento de qualidade, para que todas as dúvidas do interessado sejam sanadas. (Foto: ThinkStock)
É dever do corretor oferecer um atendimento de qualidade, para que todas as dúvidas do interessado sejam sanadas. (Fotos: ThinkStock)

Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Clique aqui e cadastre-se

Os que desejam passar longe desse risco ou pretendem corrigir eventuais falhas devem evitar um dos erros mais graves do trabalho de corretor, que, segundo Joao Raupp, gerente nacional de vendas e repasse da construtora Tenda, é não ter conhecimento do produto que está disponível – como localização, detalhes da planta, opções de área de lazer etc – e das regras de financiamento do mesmo – como prazos e taxas.

O mesmo alerta é dado por Gilberto Benevides, que divide a autoria do livro “Investir em imóveis – Entenda os segredos práticos do mercado” com Wang Chi Hsin. Para ele, quem não estuda as especificidades do setor ou não analisa a concorrência terá poucos argumentos para negociar, algo que pode levar ao fracasso. Portanto, é importante se aprofundar em todas as questões relacionadas ao imóvel e ao meio em que o profissional está inserido. Afinal, o próprio comprador costuma estar sempre munido de alguma informação para argumentar.

É essencial ter conhecimento do produto que está disponível – como localização, detalhes da planta, opções de área de lazer etc, afirmam especialistas

Durante a visita, João atenta que cabe ao vendedor oferecer um atendimento de qualidade, para que todas as dúvidas do interessado sejam sanadas prontamente e corretamente. “A venda de um bem de valor agregado muito alto, como é o caso do imóvel, exige transparência e confiança. Quando o corretor não consegue passar segurança ao cliente, ou não dá o devido retorno e atenção, ele foge”, diz o executivo.

Contudo, vale agir com sutileza nessas horas, pois a pessoa não gosta de se sentir pressionada num momento tão importante da vida dela. “E, mais uma vez, qualquer resposta que se mostre errada, gera perda de confiança e consequente queda da venda”, afirma o especialista da Tenda.

Para Benevides, o vendedor precisa mostrar disposição para ajudar o cliente no que for preciso, mas sem apressá-lo a tomar uma decisão pela compra. A dica dele é agir com cautela, mas sobretudo com ética.  João acrescenta que a vontade de servir e realizar sonhos também é uma postura essencial de quem atua neste mercado. “Participamos de um momento marcante da vida das pessoas, e devemos nos sentir honrados com isso”, finaliza.

3 Comentários

  1. Concordo em numero, gênero e grau.Todo profissional tem que transmitir segurança, conhecimento e transparência.Mantendo o contato com o Cliente ate ele tomar posse do bem adquirido.

  2. Estas dicas são importantes para o Corretor de Imóveis, mas, quero deixar uma observação, em primeiro lugar nós somos corretores de imóveis, não somos vendedores.

  3. Alem de confiança, segurança e conhecimento,o mais importante é entender claramente o que o cliente quer,e ajudá-lo a encontrar o melhor dentro do seu orçamento. O tempo de todos é precioso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.