02/09/2015

Conheça o Centro de BH

Tem uma característica mista por ser ao mesmo tempo residencial e comercial

Fonte: Revista do ZAP

Conheça o Centro de BH tem uma característica mista por ser ao mesmo tempo residencial e comercial. Veja mais no guia de bairros da Revista do ZAP

O coração de Belo Horizonte. Assim pode ser descrito o Centro da capital mineira. Localizado na Regional Centro-Sul (uma das nove subdivisões que compõem a cidade), o bairro reúne parte do patrimônio histórico, arquitetônico e cultural de Belo Horizonte. Tem uma característica mista por ser ao mesmo tempo residencial e comercial. Segundo o mais recente Censo do IBGE, 16.199 pessoas residem no bairro. Desde 2002, o Centro vem sofrendo um processo de revitalização por parte da Prefeitura Municipal. Recuperação de ruas e edificações, instalação de câmeras de segurança e alterações no trânsito para privilegiar os pedestres são algumas das ações exercidas.

Parque Municipal (Foto: Raphael Andrade/ Revista do ZAP)
Parque Municipal (Fotos: Raphael Andrade/ Revista do ZAP)

A região tem uma excelente infraestrutura. Possui comércio amplo e diversificado, com shopping centers, shopping populares e lojas de rua. Tem restaurantes que atendem público com poder aquisitivo diferentes. O Centro é o bairro melhor atendido no quesito transporte público da capital mineira. São duas estações de metrô, Lagoinha e Central, e diversas linhas de ônibus municipais e intermunicipais e ônibus do sistema Transporte Rápido por Ônibus, o chamado Move, cruzam diariamente as suas ruas. A Rodoviária de Belo Horizonte também está localizada no Centro. Na sua adjacência encontra-se o Conexão Aeroporto, área de embarque e desembarque de ônibus executivos ligando Belo Horizonte ao Aeroporto Internacional de Confins.

Palácio das Artes
Palácio das Artes

Cerca de 1,5 km separam a Praça Sete, considerada o marco central do bairro, até a área hospitalar de Belo Horizonte. Os hospitais João XXIII, das Clínicas da UFMG, Semper, Ipsemg e Infantil João Paulo II são apenas alguns dos centros médicos e emergenciais que estão dentro deste raio. Na educação, as escolas públicas Olegário Maciel, Pedro II e Instituto de Educação ficam no Centro. Os colégios particulares mais próximos são o Imaculada Conceição e o Dom Cabral. Já no ensino superior, a Faculdade de Ciências Médicas, a Faculdade de Direito da UFMG e o Centro Universitário UNA têm unidades no bairro.

Mercado Central
Mercado Central possui 400 lojas

O Centro é um bairro planejado. No seu projeto inicial, apresentava-se como um tabuleiro de xadrez, com ruas paralelas e avenidas ortogonais que, geometricamente desenhadas, convergiam para as praças da cidade. A partir da década da 50, arranha-céus começaram a ser erguidos. O mais conhecido e tradicional deles é o edifício Arcangelo Maletta, localizado no cruzamento da Avenida Augusto de Lima com Rua da Bahia. O Maletta é caracterizado por uma forte vocação artística, cultural e boêmia. Possui dezenove andares, sendo residencial nos andares superiores com 319 apartamentos e comercial nos primeiros. É famoso pelos bares e botecos localizados na varada do segundo andar, por seus sebos e livrarias, e por abrigar a Cantina do Lucas, único restaurante mineiro tombado pelo patrimônio histórico.

Feira de artesanato no Centro de BH (Foto: divulgação)
Feira de artesanato no Centro de BH, conhecida como Feira Hippie (Foto: divulgação)

Para quem quer conhecer um pouco da cultura mineira, o Centro é um bom lugar para se começar. Encontram-se na região o Mercado Central, o Palácio das Artes e a Feira de Arte e Artesanato.

Situado na Avenida Augusto de Lima, 744, o Mercado Central é um dos principais pontos turísticos de Belo Horizonte. Fundado em 7 de setembro de 1929, o mercado possui mais de 400 lojas que vendem desde produtos tradicionais como queijos, goiabadas e cachaças, até verduras, frutas, artesanatos e objetos de decoração. São famosos também os bares, localizados nas entradas do estabelecimento, que vendem cerveja gelada e comidas típicas, como o fígado acebolado com jiló na chapa.

Centro mistura prédios comerciais e residenciais
Centro mistura prédios comerciais e residenciais

O Palácio das Artes é o mais relevante complexo cultural de Belo Horizonte. Ladeado pela vegetação do Parque Municipal, com frente para a Avenida Afonso Pena, ocupa uma área de 18,5 mil metros quadrados e reúne no mesmo local diversos espaços culturais: o Grande Teatro, o Teatro João Ceschiatti, a Sala Juvenal Dias, o Cine Humberto Mauro e as galerias de arte (Grande Galeria Alberto da Veiga Guignard, Galeria Genesco Murta, Galeria Arlinda Corrêa Lima e Espaço Mari’Stella Tristão).

Todos os domingos, até às 14 horas, a Avenida Afonso Pena entre as ruas da Bahia e Guajajaras tem o trânsito de veículos bloqueado para que seja instalada a Feira de Arte e Artesanato, ou simplesmente, Feira Hippie, como é carinhosamente chamada pelos belo-horizontinos. Operando no local desde 1991, a Feira é considerada um dos grandes polos de disseminação da cultura regional mineira. São mais de 2.500 expositores que vendem artes plásticas, bijuterias, artesanatos, decorações, tapeçarias, vestuários e comidas típicas.

Praça Sete de Setembro, no Centro de BH
Praça Sete, no Centro de BH, é considerado o marco central

Já quem quer se exercitar ou apenas curtir uma grande área verde a melhor opção é o Parque Municipal Américo Renné Gianetti. Aberto em 1897, antes mesmo da inauguração de Belo Horizonte, o Parque Municipal foi inspirado nos parques franceses da Belle Époque, com roseiras e coreto. Com área de 182 mil metros quadrados, possui flora diversificada com mais de 50 espécies de árvores. O parque é muito utilizado para exercícios físicos e tem como opções de lazer quadras poliesportivas, brinquedos, barquinhos a remo, animais de montaria e eventos culturais.

Veja casa para compra em Belo Horizonte

 

Bairro de Lourdes, em Belo Horizonte, é referência em artigos de luxo

Descubra a história do bairro Floresta, em Belo Horizonte

Fique por dentro da história do bairro Sagrada Família, em Belo Horizonte

Confira a história do bairro Funcionários, em Belo Horizonte

 

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.