27/08/2015

Rio de Janeiro: Conheça o Engenho de Dentro, bairro que cresceu com a zona norte

Empreiteiras constroem prédios residenciais que são verdadeiros clubes na região.

Fonte: Revista do ZAP

O bairro do Engenho de Dentro, na zona norte do Rio de Janeiro, progrediu juntamente com a região. Localizado entre o Encantado, Lins de Vasconcelos, Todos Os Santos, Piedade e Del Castilho, era região forte de engenho de açúcar na época colonial. Segundo a subprefeitura, a ocupação de terrenos ocorreu após a abertura da Estrada de Ferro Dom Pedro II, que trouxe ao Engenho de Dentro grandes oficinas ferroviárias, transformadas anos depois no Museu do Trem, ou Centro de Preservação Histórica Ferroviária do Rio de Janeiro.

Engenho de Dentro (Foto:  Divulgação/Prefeitura RJ)
Engenho de Dentro e ao fundo estádio olímpico João Havelange, também conhecido como “Engenhão” (Foto: Divulgação/Prefeitura RJ)

A construção da Linha Amarela, em 1997, foi outro marco para o bairro, pois possibilitou a ligação dos subúrbios com a Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade. Por último, em 2007, o Estádio Olímpico João Havelange, também conhecido como “Engenhão”, trouxe visitantes ao bairro, com 45.540 moradores e renda média de R$ 1.622, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As principais ruas são a Dias da Cruz, Adolfo Bergamini e Doutor Bulhões. As duas últimas abrigam muitas casas e têm trânsito intenso. As vias Pernambuco e Ana Leondina também estão cheias de casas antigas e bem conservadas. Empreiteiras constroem prédios residenciais que são verdadeiros clubes na região.

Os moradores têm lazer nas pracinhas do Engenho de Dentro, como a Rio Grande do Norte e Amambaí. O Sesc Engenho de Dentro foi a primeira unidade do Sesc inaugurada no Rio de Janeiro, em 1947. Tem ações nas áreas de cultura, educação social, esporte e lazer, saúde e turismo social. As feiras livres, típicas do bairro, ocorrem às terças, quartas e domingos, nas ruas Catulo Cearense, Gustavo Riedel e Benício de Abreu, respectivamente.

Entre os hospitais públicos e particulares da região estão o Hospital Nise da Silveira, o Nortecor Hospital de Clínicas, o Centro Municipal de Saúde Milton Fontes Magarão e a Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas (UPA 24 Horas). A lista de cursos e escolas também é ampla, especialmente as públicas. Entre elas estão a Escola Especial Municipal Dr. Ulisses Pernambuco e Escola Municipal Rio Grande do Sul.

O acesso ao Engenho de Dentro pode ser feito de carro, pela via expressa Linha Amarela, ou pelos bairros da zona norte. Os trens partem da estação com destino a Deodoro e à Central do Brasil. Os ônibus que circulam por ali levam passageiros para as zonas norte, central e oeste.

 

Conheça a história do Rio de Janeiro

Gávea é recanto na agitada zona sul

Conheça a história de Copacabana

Conheça a história da Barra da Tijuca

Conheça a história de Laranjeiras

Catete, o bairro que foi o centro do Brasil por 63 anos

 

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.