25/10/2014

Conheça os tipos de reunião de condomínio e entenda a sua importância

Conheça os tipos de reunião de condomínio e entenda a sua importância

Fonte: Revista do ZAP

Quem é ativo na vida do condomínio tem a oportunidade de questionar deliberações – e até votar contra, se for o caso –, compreender como funcionam as rotinas e opinar nas decisões

As assembleias discutem temas importantes, como gestão de contas, previsão orçamentária e despesas gerais. Apesar de fundamentais para o bom funcionamento das rotinas dos condomínios, muitos moradores ainda não sabem o que significa cada uma delas.

Você costuma participar das reuniões de condomínio? Estar presente ativamente na gestão é essencial para que as decisões sejam tomadas com o maior consenso possível. Para o diretor de condomínios da Guarida Imóveis, Newton Nunes, é preciso mudar a cultura da crítica para a da participação.

“É dessa forma que vamos evitar discussões, como quando ocorre o aumento da taxa do condomínio, por exemplo. Por isso, se todos participam, fica mais fácil chegar a uma conclusão de forma esclarecedora”, alerta.

Newton explica a diferença entre os diferentes formatos de reunião e suas siglas (abaixo), uma dúvida frequente entre os condôminos. “Vamos obter uma maior participação das pessoas quando souberem como as coisas funcionam e a importância de cada uma delas”, diz.

Podem participar das reuniões os proprietários, os representantes legais comprovados por meio de procuração específica, além dos inquilinos, desde que o proprietário não esteja presente na reunião, podendo votar somente quando o assunto não seja sobre despesas extraordinárias. Não há obrigatoriedade de participação em nenhum caso, mas a ausência significa concordar automaticamente com as deliberações aprovadas.

Entenda os diferentes formatos de assembléia:

Assembleia Geral de Instalação (AGI)
É a primeira assembleia de um condomínio, onde legalmente o mesmo é constituído. Nesse momento, ocorre a aprovação orçamentária inicial, eleição de síndico, subsíndico e conselheiros, autorização para inscrição do CNPJ junto a Receita Federal e a contratação do seguro obrigatório da edificação.

Assembleia Geral Ordinária (AGO)
Ocorre anualmente e debate a prestação de contas dos gastos do condomínio, previsão orçamentária da próxima gestão, eleição de síndico, subsíndico e conselheiros, além de assuntos gerais relacionadas à administração do conjunto.

Assembleia Geral Extraordinária (AGE)
Pode ocorrer a qualquer momento, dependendo da demanda exigida. Na ocasião, são discutidos assuntos de caráter extraordinário, como aprovações emergenciais ou mesmo despesas que não estavam contempladas na previsão orçamentária.

busca-imóvel-pense vender-imóvel-pense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.