26/11/2009

Consignado cresce em 2009

Fonte: Jornal da Tarde

Valor de empréstimos concedidos de janeiro a outubro já é 11,67% maior do que o total de 2008

A concessão de empréstimos consignados pelos 13 maiores bancos que operam com crédito pessoal no País este ano já é maior do que todo o volume registrado em 2008, segundo dados do Banco Central. Enquanto de janeiro a outubro de 2009 foram emprestados R$ 52,6 bilhões para essa modalidade de crédito, em 2008 foram R$ 47,1 bilhões, alta de 11,67%.

“A modalidade segue o bom momento do crédito, que não só já se recuperou da crise como ultrapassou o valor do ano passado. O consignado é uma das operações de crédito que mais crescem no País, impulsionado pelo aumento do número de trabalhadores formais e funcionários públicos, bem como o crescimento da renda desses trabalhadores”, afirma Mariana Oliveira, economista da consultoria Tendências.

Os indicadores econômicos confirmam: o desemprego na região metropolitana de São Paulo caiu para 13,2% em outubro, ante 14,1% em setembro, segundo pesquisa do Seade/Dieese divulgada ontem. O rendimento médio real (descontada a inflação) dos ocupados subiu 0,4% em setembro ante agosto – há um mês de defasagem para esse indicador.

A vantagem do consignado é que é uma modalidade mais barata: os juros mensais giram em torno de 2%, bem menos do que os cobrados no cheque especial, por exemplo, de cerca de 12% por mês. A taxa de inadimplência do crédito pessoal – o consignado corresponde a 60%desse total – também é das mais baixas: 5,2%.

“O bom momento da economia e diminuição da taxa de juros e do número de demissões permite tomar esse tipo de crédito. Mas é recomendável não comprometer mais de 15% da renda mensal com o empréstimo”, diz Alexandre Assaf, especialista em finanças pessoais.

O estudante de engenharia Victor Lopes, 23 anos, optou pela modalidade atraído pelos juros baixos. Ele tomou um empréstimo de R$ 1,2 mil a ser pago em seis parcelas. “Paguei a mensalidade da faculdade e uma parcela do financiamento do carro. Uso esse tipo de crédito para investimentos no curto prazo, se tenho certeza de que o emprego está seguro e que os negócios da empresa vão bem. Senão, teria que quitar o valor com a rescisão.”

ENCONTRE SEU IMÓVEL NO ZAP:

LEIA MAIS:

ASSISTA NO ZAP COMO O ADESIVO DE PAREDE PODE MUDAR O VISUAL DA SUA CASA

MODA E DESIGN SEMPRE CAMINHARAM JUNTOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.