14/11/2013

Consórcios de imóveis crescem 4% em setembro

De acordo com último balanço da Abac, a quantidade de consorciados subiu de 665 mil para 691,5 mil no mesmo período de 2012

Fonte: ZAP Imóveis

Apesar das altas nas vendas que o mercado imobiliário tem registrado nos últimos meses, os consórcios de imóveis tem mostrado fôlego em 2013 e mantido o ritmo de crescimento neste final de ano.

Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Clique aqui e cadastre-se

De acordo com dados divulgados pela Abac (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio), o número de participantes na modalidade cresceu 4% no último mês de setembro em relação ao mesmo período de 2012.

Consórcios de imóveis crescem 4% em setembro
O valor médio da cota no período ficou em R$ 111,1 mil (Foto: Banco de Imagens / Think Stock)

Em números absolutos, a quantidade de consorciados subiu de 665 mil para 691,5 mil neste mesmo intervalo de comparação.

“Esse aumento é reflexo do bom momento vivido pelos consórcios nos últimos anos,” afirmou Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da Abac, via nota.

“A cada dia que passa, observamos que o consórcio está mais forte e mais consolidado junto ao brasileiro. A opção pelo mecanismo entre vários disponíveis no meio financeiro indica que, para realizar sonhos de consumo ou de formação e ampliação patrimoniais, o consórcio é a forma mais simples e de menor custo”, completou.

Ainda segundo a pesquisa, de janeiro e setembro deste ano, a alta na modalidade tem sido gradativa e chegou a 1,9% sobre o mesmo período de 2012.

Já o tíquete médio nacional de setembro continuou mostrando estabilidade em relação ao mesmo mês do ano passado. O valor médio da cota no período foi o maior de 2013 e ficou em R$ 111,1 mil, pouco menos dos R$ 111,3 mil do ano passado.

Também se observou estabilidade, com viés de alta, no volume de negócios nos nove meses de 2013. No acumulado do ano, foram R$ 15,2 bilhões, praticamente a mesma quantia registrada em igual intervalo de tempo de 2012.

“Esta época do ano é, por exemplo, uma excelente oportunidade para adquirir cotas de consórcio utilizando todo ou parte do 13º salário. Para aquele que já participa, é possível oferecer lance e tentar acelerar sua contemplação”, finalizou Rossi.

A associação apresentou também que a utilização parcial ou total dos saldos das contas do FGTS somou quase R$ 80 milhões, feitas por 3.320 trabalhadores participantes do consórcio de imóveis nos nove primeiros meses do ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.