10/12/2006

Construção tem projeto sobre infra-estrutura

Fonte: O Estado de S. Paulo

União nacional do setor leva documento ao ministro da Fazenda

Sebastião Moreira/AEZap o especialista em imóveisDesenvolvimento – Entidades da construção querem elevar IDH

A União Nacional da Construção (UNC) entregou nesta sexta-feira, 8, ao ministro Guido Mantega, da Fazenda, um projeto referente a investimentos necessários em infra-estrutura no Brasil, salientando quatro campos: energia, saneamento, trasnporte e habitação.

O projeto, desenvolvido pela Fundação Getúlio Vargas, tem a assinatura de três entidades, que formam a UNC: Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat); Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC); e Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco).

A intenção, segundo o presidente da Abramat, Melvyn Fox, é elevar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH do País – índice que considera o PIB per capita, a longevidade e a educação da população – e envolve investimento de cerca de R$ 200 bilhões em quatro anos.

Fox explica que as recentes medidas anunciadas pelo ministro Mantega no fim de novembro, beneficiando o setor da construção, foram um grande incentivo para a apresentação do projeto.

Para ele, é preciso reconhecer a importância dessas medidas: “Finalmente o governo voltou os olhos para a construção civil, reconhecendo sua capacidade de trabalho e seu efeito multiplicador (de atividades)”.

Fox, destaca ainda o subsídio anunciado pelo ministro da Fazenda , de R$ 10 a R$ 12 bilhões em 2007, voltado para construção de habitações de interesse social. “Isso vai trazer para o mercado um grande grupo de pessoas que até hoje não tinham condição de financiamento”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.