05/05/2010

Construtoras fazem guerra de promoções

Fonte: Jornal da Tarde

Entrega gratuita de móveis e armários de cozinha e instalação sem custos de centrais de automação residencial. Essas são algumas das armas de construtoras e incorporadoras para atrair novos compradores. O número de promoções e programas de relacionamento é cada vez maior.

Entrega gratuita de móveis e armários de cozinha e instalação sem custos de centrais de automação residencial. Essas são algumas das armas de construtoras e incorporadoras para atrair novos compradores. O número de promoções e programas de relacionamento é cada vez maior.

As empresas estão fazendo de tudo para aproveitar o cada vez mais aquecido mercado imobiliário. Dados da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp) mostram que, no primeiro trimestre deste ano, foram lançados 14.219 unidades residenciais na região metropolitana de São Paulo, quase o triplo do registrado no mesmo período do ano passado (4.925 unidades).

Imóveis da Tecnisa já são entregues com armários de cozinha e dormitórios, além de parcelas mensais fixas durante a construção do prédio. A empresa também adotou o cartão de crédito Mastercard como forma de pagamento da entrada na linha Tecnisa Flex. Já a MRV oferece a Indicação Premiada – o proprietário que indica outro comprador recebe R$ 400,00 em abatimento na parcela ou caso o débito esteja quitado, recebe em dinheiro.

Os clientes da Gafisa integram o programa de relacionamento “Viver Bem” e ganham descontos – 10% em qualquer serviço prestado pela rede de lavanderias 5 à Sec, por exemplo.

A Even, por sua vez, realiza eventos exclusivos com expositores e os últimos lançamentos são entregues com uma central de automação, com controle remoto, estabilizador de tensão e roteador wi-fi com diversas funções, como fechadura com leitura biométrica.

Mas essas promoções e programas valem a pena? Para Ricardo Almeida, coordenador do curso de pós-graduação em Negócios Imobiliários da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), as promoções são boas a partir do momento que o imóvel atenda as necessidades do comprador. “Depois que o consumidor pesquisou, visitou vários imóveis e ficou na dúvida entre dois ou três teoricamente iguais, pode acabar decidindo por aquele que tem uma vantagem ou uma promoção.”

O diretor de Comercialização e Marketing do Secovi (Sindicato da Habitação), Luiz Fernando Gambi, reforça a ideia de que o consumidor não deve comprar o imóvel apenas pela promoção. “As promoções estão embutidas no preço. Por isso, o consumidor também deve avaliar se a promoção também é vantajosa.”

Segundo Gambi, com o mercado aquecido, a tendência é que apareçam cada vez mais promoções das incorporadoras para atrair cada vez mais clientes.

O consumidor também deve ficar atento com as promoções oferecidas. De acordo com a advogada do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Maíra Feltrin Alves, se a construtora descumprir o prometido, o cliente deve, primeiramente, entrar em contato com a empresa e exigir o cumprimento da promoção. Caso a empresa se recuse a atender o pedido ou não responda a solicitação, o consumidor deve procurar o Procon ou a Justiça.

 

LEIA MAIS:

CONTRATE CERTO NA HORA DA REFORMA 

FEIRA INTERNACIONAL DE CONSTRUÇÃO APRESENTA AS NOVIDADES DO SETOR

REFORMA DE CASA MAIS BARATA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.