04/06/2006

Construtoras trazem know-how do Rio para SP

Fonte: O Estado de S. Paulo

Algumas construtoras aproveitaram experiências realizadas no Rio de Janeiro e trouxeram para São Paulo. É o caso da Gafisa e da Brascan que se miraram no sucesso de condomínios clubes levantados na Barra da Tijuca. O conceito geral não muda.“Construímos em terrenos grandes que permitem mais de uma torre e que você tenha condições de desenvolver lazer sem que isso pese muito no bolso”, afirma Odair Senra, diretor de negócios da Gafisa.

O gerente comercial da Brascan, Leon Bensoussan, aponta uma razão forte para que os paulistanos procurem esses condomínios.
“Tudo começou com o problema de segurança”, acredita. Aliado a isso, vem a questão da qualidade de vida a um custo reduzido. “Como são várias unidades construídas, o rateio do custo da construção e do condomínio fica mais baixo. Por R$ 550 por mês, você mora num apartamento de 137 metros quadrados, com quadras de tênis, futebol, piscina semi-olímpica, gramado, playgrounds, fitness center e home theater”, exemplifica.

Além disso, o lazer dentro do condomínio é uma forma de atrair compradores para áreas mais distantes do centro. “As pessoas valorizam o lazer e terrenos nas zonas centrais estão se esgotando. Apareceram áreas maiores, mas mais afastadas. Então, temos de oferecer vantagens para que essas pessoas queiram se mudar”, afirma Marcelo Dadian, consultor da Rossi. Ele ainda observa que esses condomínios se tornam “ilhas” que puxam a valorização do seu entorno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.