27/07/2009

Construtores oferecem plantas diferentes no mesmo edifício

Fonte: Revista ZAP

Empreendimentos têm opções alternativas de projetos, permitindo aos clientes escolherem seu imóvel do jeito que sempre sonharam. Algumas empresas não cobram extras pelo serviço personalizado

Imagem da unidade da MaxHaus (Foto: Divulgação)
Imagem da unidade da MaxHaus (Foto: Divulgação)

 Construtoras já oferecem mais de uma opção de planta para os clientes de um mesmo empreendimento. A ideia é disponibilizar alternativas de projetos para não perder vendas porque o consumidor precisava de um quarto a mais ou uma cozinha maior. Na hora de fechar o negócio, o novo proprietário precisa, apenas, escolher a metragem da unidade e a disposição dos cômodos.

A incorporadora Rossi oferece cinco alternativas de plantas para empreendimentos de médio e alto padrão. Segundo a gerente de incorporação da empresa, Carmem Lopes, são apartamentos que podem ter, em média, entre 95 metros quadrados a 125 m² e, dependendo do gosto do freguês, ter cozinha ampliada com banheiro, ou cozinha e sala ampliadas, ou ainda outras três opções.

No momento da visitação, os vendedores oferecem o serviço, detalhando passo a passo como funciona a operação. No caso da Rossi, não há necessidade de o futuro proprietário escolher na hora qual planta prefere, ele tem tempo para decidir a melhor alternativa de planta. “O cliente não paga nada a mais por isso e pode ter o apartamento do jeito exato da sua necessidade”, diz Carmem.

Fachada do empreendimento na Maxhaus
Fachada do empreendimento na MaxHaus

A MaxHaus também deixa o cliente à vontade para configurar a unidade com a  sua cara. Segundo o idealizador do projeto, José Paim de Andrade, o cliente ganha quatro paredes e um banheiro. “A partir daí, escolhe a planta – um, dois, três ou nenhum quarto, a um valor mínimo inferior a 3% do custo do imóvel por parede erguida”.

Estão previstas no cronograma da companhia empreendimentos com o conceito da “Arquitetura Aberta” na zona leste da capital paulistana, na zona sul e zona oeste. Depois de São Paulo, o MaxHaus chega a Porto Alegre e Curitiba e futuramente pretende desenvolver produtos para o mercado internacional. O produto permite que essa decisão possa ser tomada no ato da compra ou ao longo da vida. “Estamos na era da alta tecnologia, da valorização do indivíduo e da auto-expressão. É natural que a tendência da customização chegue ao lugar onde as pessoas moram”, diz Paim. 

A construtora Even tem o produto Excluseven, que a partir da planta padrão disponibiliza opções de mudanças para o cliente – do projeto ao acabamento. “É importante frisar que essas alterações são planejadas dentro do cronograma da obra, para que o imóvel seja entregue na data antes estipulada e com 100% das modificações executadas”, conta Fabiano Delvaux, gerente de relacionamento da incorporadora.

São mais de dez opções de personalização, que vão desde abrir ou fechar a cozinha para a sala, até a troca do piso da suíte. A Even observou que este produto contribuiu para o crescimento de mais de 50% na procura de seus imóveis, principalmente entre os jovens.  “Essa cobrança pode ser feita de duas formas: ou com o acréscimo das melhorias no preço final do imóvel, ou com o valor integral de algum item, como uma churrasqueira.”

Quer saber mais? Siga o ZAP no Twitter

3 Comentários

  1. Está tb começando no rio de janeiro, os condomínios terem a sua própria rede de wireless em todas as áreas de lazer e nos apartamentos via rede elétrica.Isso não é mais futuro, isso é presente.Isso não é mais luxo, é conforto é necessidade.Adaptações ao modus vivendis de cada um, é mais uma etapa do respeito ao ser humano.

  2. Essa idéia é maravilhosa! Mesmo porque, gosto, necessidade são conceitos muito subjetivos, não é mesmo?Na minha opinião, para o projeto ficar ainda mais viável,falta as Incorporadoras aceitarem nossos imóveis, por uma avaliação justa, como parte de pagamento do novo imóvel. Percebo que isso tem tornado + difícil a aquisição de um novo imóvel, mesmo porque, ninguém tem dinheiro para pagar as parcelas altas, conforme parcelam as incorporadoras!!! Eu por exemplo, possuo uma cobertura, quero comprar um apto. com 3 suites e 3 vagas de garagem, porém dependo que aceitem essa para que eu possa fazer dinheiro!!! Atualmente só duas aceitam no máximo 40% do valor do meu imóvel ou sugerem que eu venda! Essa não é minha praia! Até disponibilizo meu imóvel para venderem, me submeto ao desconforto de visitantes mas não quero, não sei e tenho tempo para fazer esse serviço do qual entendem tanto!!!! Pensem no assunto!AbraçosLúcia Melo.

  3. Bom diaEstamos com cliente internacional, que procura 100 unidades de aptos, em um predio unico, com mais ou menos 50 m2, 1 dorm.com valor medio de 320.000,00 (trezentos e vinte mil reais) por unidade, no bairro do BRAS, ou proximo a linha de metro.Pode tambem ser para entrega em 2013.Favor fazer contato com CELIA/ROSA11 6684 0988

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.