14/07/2010

Crédito imobiliário com recursos da poupança cresce 87% em maio, na comparação com 2009

Fonte: O Globo
(Foto: Divulgação)
Valor médio de financiamento saltou de R$ 107 mil para R$ 127 mil (Foto: Divulgação)

O volume de empréstimos imobiliários com recursos da poupança cresceu em maio 87% em relação ao mesmo mês do ano anterior, chegando ao patamar de R$ 4,25 bilhões, conforme dados divulgados pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). Na comparação entre os cinco primeiros meses de 2009 e de 2010, o valor médio de financiamento saltou de R$ 107 mil para R$ 127 mil, o que, segundo o relatório, reflete a tendência de maior participação dos recursos das cadernetas de poupança nos financiamentos imobiliários devido à maior capacidade dos mutuários de tomar crédito.

As contratações entre janeiro e maio de 2010 somaram R$ 18,58 bilhões, valor 77% superior ao mesmo período de 2009. O número de unidades financiadas também aumentou, saltando de 19,7 mil, em maio de 2009, para 32,8 mil em maio de 2010, o que representa um crescimento de 66%. No acumulado dos cinco primeiros meses do ano passado e deste ano, o total de imóveis teve um aumento de 50%, passando de 98,1 mil unidades para 146,8 mil.

De acordo com a Abecip, a projeção para este ano é de R$ 50 bilhões sejam emprestados para a compra da casa própria. A cifra representa uma alta de 47% na comparação com 2009, quando os empréstimos atingiram R$ 34 bilhões. A estimativa para este ano tem como ponto de partida a manutenção das condições de renda e crédito conjugada à retomada dos lançamentos por parte das construtoras.

De acordo a entidade, a estimativa é de que entre 400 mil e 450 mil unidades sejam financiadas, o que seria um “número sem precedentes na história do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo)”.

LEIA MAIS:

CONSTRUTORA VAI AO SUPERMERCADO VENDER IMÓVEL

4 IMÓVEIS SÃO VENDIDOS POR HORA EM SP

IMÓVEL USADO VALE ATÉ 50% MENOS DO QUE LANÇAMENTOS EM SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.