24/06/2010

Cresce gasto com compra e reforma de imóvel

Fonte: Jornal da Tarde

Os gastos mensais das famílias brasileiras com aquisição e reforma de imóveis cresceram em sete anos segundo mostra a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF 2008-2009) divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Enquanto no período 2002-2003, ano a que se refere a POF anterior, a fatia designada para aumento de ativos (aquisição e reforma de imóveis) era de 4,8% do total das despesas das famílias, em 2009 esse porcentual havia subido para 5,8%.

(Foto: Divulgação)
Pesquisa mostra uma significativa mudança nas prioridades de despesas familiares (Foto: Divulgação)

A pesquisa mostra, entretanto, uma significativa mudança nas prioridades de despesas familiares desde 1975. Naquele período, as famílias designavam 16,5% das suas despesas para aquisição e reforma de imóveis. Esses gastos são contabilizados na pesquisa como “aumento do ativo”, enquanto as despesas com alimentação, habitação, aquisição de veículos e outros entram no quesito despesas de consumo. Os tributos entram no grupo de outras despesas. O pagamento de dívidas é contabilizado como diminuição do passivo.

O gerente da POF, Edilson Nascimento Silva, disse que a queda dos gastos com o aumento de ativo da década de 70 para cá está “provavelmente” relacionada ao forte aumento na disponibilidade de serviços para as famílias desde a década de 70. “Houve muitas mudanças de ofertas de serviços, como disponibilidade de telefonia, celular, Internet, TV a cabo”, exemplificou.

A POF tem como objetivo mensurar as estruturas de consumo, dos gastos, dos rendimentos e parte da variação patrimonial das famílias brasileiras. Para a pesquisa divulgada hoje foram entrevistadas 55.970 famílias, entre maio de 2008 e maio de 2009. Os pesos dos produtos no cálculo do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), também apurado pelo IBGE, são definidos a partir da POF. Pesquisas similares haviam sido realizadas pelo instituto em 1975 e em 2003.

LEIA MAIS:

SAIBA QUAIS REFORMAS PRECISAM DE AUTORIZAÇÃO DA PREFEITURA

LOJAS FINANCIAM MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

ONG RESOLVE PROBLEMAS DE REFORMA NO BRASIL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.