08/09/2008

Cresce procura por seguro residencial

Fonte: Jornal da Tarde

Fenaseg projeta que o segmento de seguros apresente um crescimento de 10%

São Paulo – O mercado de seguros de imóveis residenciais e comerciais, apresentou expansão nacional de 49,93% nos últimos nove anos. Segundo especialistas, a alta se deve por conta da estabilidade econômica e do crescimento de renda das classes mais populares. A meta é que o setor chegue a 2011 representando mais de 6% do Produto Interno Bruto (PIB). Para 2008, a previsão de faturamento é de R$ 78,62 bilhões.

A Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e de Capitalização (Fenaseg) projeta que o segmento de seguros apresente um crescimento de 10%. As companhias seguradoras entraram em 2008 de olho na população de menor renda que, com o aumento de oferta de crédito imobiliário, está adquirindo sua casa própria.
A partir de R$ 30 por mês é possível adquirir um seguro anual com cobertura para incêndio, queda de raio, explosão, terceiros, desmoronamento, granizo, vendaval, roubo, furto e danos elétricos.

Valores cobrados

No Unibanco, por exemplo, contratar um seguro residencial cujo apartamento custa R$ 120 mil, com esse tipo de cobertura custa R$ 32,99 por mês. A cobertura para itens roubados de dentro do apartamento é de R$ 4.500 e para terceiros, R$ 13 mil.

Já no Itaú, uma simulação de seguro para uma casa residencial de R$ 100 mil sai por R$ 62,85 ao mês, com cobertura maior para roubo e furto, de R$ 10 mil e o mesmo valor para incêndio, raio e explosão.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.