16/08/2021

Decoração de quarto de irmãos exige sintonia entre as personalidades

Na decoração de quartos de irmãos, a primeira regra é tentar achar o que os dois possuem em comum. Gostos, hobbies, personagens dependendo da idade. Assim, é mais fácil tomar o melhor caminho. Caso não exista esse consenso, o melhor é não trabalhar com temas, para que a decoração fique mais neutra e fácil de agradar.

“Não existe certo ou errado, apenas diferentes tipos de projetos de quartos de irmãos. Se temos uma situação em que um menino e uma menina querem cores diferentes, cabe realizar um projeto nesse sentido, dividindo o lado de um e o do outro. Mas é interessante tentar achar o que eles possuem em comum, mesmo de sexo diferentes”, opina a arquiteta Cristiane Schiavoni.

Leia mais

+ Decoração com vidro leva modernidade e ousadia aos ambientes

+ Como tornar os ambientes mais coloridos

+ Tipos de luminárias: veja os mais indicados para o seu apartamento

A arquiteta Erika Mello, do escritório Andrade & Mello Arquitetura, diz que é preciso considerar a personalidade dos dois, para que ambos se identifiquem e se sintam em casa no espaço. “Não é ruim querer determinar qual o lado de cada um. Só é importante que essas cores tenham um diálogo entre si, com tons opostos fica mais difícil. Quando falamos do papel de parede, a questão é parecida. Se colocarmos papéis muito diferentes, de temas específicos, fica difícil de fazer essa semelhança”.

Os bichinhos tomam conta da decoração desse quarto de irmãos
Os bichinhos tomam conta da decoração desse quarto de irmãos

Há casos de crianças que já têm seu quarto há algum tempo, 5 anos, por exemplo, e ganham um irmão. É comum um bebê dividir um ambiente com irmãos mais velhos. Nesse caso, é preciso delimitar os espaços. “Não é porque é bebê que o quarto precisa ter um tema específico. Abrir mão disso para algo mais harmônico e neutro, como cores, formas geométricas ou acabamentos, pode ser o melhor caminho”, ressalta Cristiane. 

Para Erika, é importante que a criança entenda que ela não está perdendo o espaço dela. Para isso, é importante que ela participe, opine sobre a decoração deste quarto para que sinta isso. “Quanto ao espaço para o berço é importante que tenha um ambiente determinado. Se for possível, ter a cômoda próxima ao berço e as outras coisas do irmão do outro lado para delimitar o espaço de cada um é legal também, mas mantendo sempre o espírito de integração”. 

Cada irmão tem seu espaço, mas é importante manter a integração entre os dois
Cada irmão tem seu espaço, mas é importante manter a integração entre os dois

Usar ou não bicama na decoração de quartos de irmãos?

Cristiane acha que a bicama é uma ótima solução para quem precisa de mais espaço no quarto para colocar outros móveis, como uma bancada de estudos, uma cômoda, um trocador de bebê ou um armário maior. 

Já Erika não costuma indicar bicamas para irmãos dividirem, pois acha que a de baixo tende a ficar fechada no dia a dia e o irmão que dorme nela pode se sentir prejudicado quando quiser deitar para uma soneca ou ler um livro. “Com isso, ele vai acabar deitando na cama do irmão, o que pode trazer discórdias entre os dois”.

Leia também

+ Os 7 prédios que estão entre os mais luxuosos do mundo

+ Tipos de luminárias: veja os mais indicados para o seu apartamento

+ Mesa de jantar: escolha o modelo certo para a sua casa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.