02/09/2019

Dicas para aproveitar ao máximo os espaços imóveis pequenos

É possível garantir uma amplitude maior aos ambientes, sem perder a beleza, funcionalidade e praticidade da decoração

Fonte: ZAP em Casa

É possível garantir uma amplitude maior aos ambientes, sem perder a beleza, funcionalidade e praticidade da decoração em imóveis pequenos

Imóveis amplos, espaçosos e arejados parecem algo distante, daquelas lembranças que ficam do passado. Nos últimos anos, os apartamentos estão sofrendo uma redução de suas áreas e, hoje, existe uma tendência no mercado imobiliário de os lançamentos terem um espaço menor. Isso acontece, principalmente, nos grandes centros urbanos e são vários os fatores, como a densidade populacional, os altos custos ou até mesmo pela praticidade da vida moderna. Um bom projeto arquitetônico e de decoração de interiores aproveita espaços e deixa a casa confortável e funcional para cada tipo de morador, seja uma pessoa sozinha ou uma família.

São muitas as questões que fazem a pessoa procurar por um imóvel, seja para morar sozinho, para constituir uma família ou para dividir com amigos. E cada tipo tem um modo de viver diferente e também necessidades diferentes em relação ao imóvel, que precisam ser conciliadas dentro das áreas cada vez menores dos apartamentos. É possível agregar os gostos dos donos, suas necessidades e uma decoração bonita. “Pensar em um lar de maneira prática, confortável e funcional é fundamental para equilibrar a ausência desse espaço amplo. Elaborar uma boa decoração com personalidade para criar uma atmosfera agradável, saudável e organizada é uma forma inteligente de otimizar os ambientes, ainda mais em imóveis pequenos”, explica Ira Oliveira, arquiteta e urbanista.

Studio tem espaço pequeno e integrado, ideal para solteiros

Armários

decoração de imóveis pequenos
(Foto: Shutterstock)

O que costuma ser senso comum entre as necessidades dos diferentes perfis de moradores são armários amplos e espaçosos, afinal de contas, todo mundo tem coisa suficiente para ser armazenada, sejam roupas, utensílios de cozinha ou documentos, para citar alguns exemplos. Portanto, o primeiro passo é pensar em como aproveitar os espaços para ter a maior capacidade de armazenamento nos armários. “O mais usual é projetar armários personalizados que aproveitem muito bem todos os espaços e que tire partido das múltiplas funções dos ambientes, onde muitas vezes são sala, escritório e cozinha integrada num mesmo local”, afirma a arquiteta do escritório Ira Oliveira Arquitetura e Interiores.

Existem várias formas de fazer esses armários planejados e é importante pesquisar todas elas para ver a que se adequa melhor ao orçamento, mas sem deixar a qualidade de lado para garantir uma maior vida útil. “Esses armários podem ser executados por lojas de modulados que, de modo geral, atendem muito bem ao mercado. Se o interesse é garantir qualidade, uma boa assistência, materias com tempo de garantia assegurado, optar por essas lojas é o ideal”, ressalta Ira Oliveira. Porém, ainda existe a possibilidade de executar com marceneiros. “Fazer o projeto com bons profissionais da marcenaria amplia o leque de acabamentos oferecidos pelo comércio com chance de ter um melhor aproveitamento desses espaços, já que a flexibilidade é maior, sem restrições de módulos, cores e acabamentos do display de cada loja, também garantindo qualidade”, completa.

Em ambos os casos, a arquiteta reforça que é fundamental entender o estilo dos moradores e, a partir daí, definir um projeto funcional, abrangendo a maioria ou até mesmo todas as necessidades solicitadas, que muitas vezes precisam de soluções inteligentes para imóveis pequenos.

Guarda móveis e self storage: saiba o que são e como funcionam

“Amplie”os espaços

Alguns artifícios podem ser usados para garantir uma sensação de que o espaço é mais amplo do que realmente é, além de, se bem usados, resultar em uma decoração charmosa, principalmente quando combinada com outros elementos. “O uso de cores claras, espelhos e bons revestimentos valorizam e ampliam cada cômodo. E, apesar disso, nada impede o uso de cores marcantes e objetos diferenciados, especiais ou ousados para incrementar a decoração, por exemplo. Já o uso de espelhos é um recurso interessante porque, se colocados em locais estratégicos, podem ampliar salas, disfarçar volumes como pilares e esconder portas de armários”, ressaltar Ira Oliveira.

Outro recurso de amplitude que garante leveza ao espaço são os revestimentos em grandes formatos. “Banheiros mais claros com peças horizontais aplicadas nas paredes dão a sensação de serem mais amplos e confortáveis. Aproveitar o espelho do banheiro para esconder um armário é muito prático e libera a bancada dos cosméticos, facilitando a limpeza, armazenagem e organização diária”, completa a arquiteta.

Quer mais espaço? Coloque uma mesa dobrável na sua cozinha

Dicas práticas

profissionais podem ajudar com dicas para imóveis pequenos
(Foto: Shutterstock)

Nem sempre é preciso gastar muito dinheiro para obter soluções acessíveis, práticas e que podem realmente garantir uma amplitude visual ao espaço, independentemente de qual seja o cômodo da casa. Até porque cada um artifício pode ser pensado para cada um deles, dando um resultado de maior espaço nos ambientes de imóveis pequenos. Tudo vai depender do que os moradores desejam e também de como conciliar as soluções com o gosto e as necessidades deles, se tem muitos objetos para guardar, se costumam receber visitas em casa, entre outras demandas. “Salas reduzidas podem ter opções de mesas de jantar integradas com a cozinha americana, tirando o confinamento de um cômodo apertado. Escritórios podem ter um sofá-cama de casal sem ocupar espaço no dia a dia. Camas-baú são soluções para guardar objetos e, assim, desocupar armários. Com a assessoria de um bom profissional, os imóveis pequenos podem ser muito funcionais e adequados à vida e ao uso de cada morador“, conclui.

Veja 31 dicas incríveis de decoração de quarto pequeno

Como organizar guarda-roupa pequeno

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.