15/05/2009

Desconto na taxa de juros aos que têm saldo de FGTS

Fonte: Jornal EXTRA

Mutuário do “”Minha casa, minha vida”” cotista do fundo ganha desconto de até R$ 43 na prestação

Os trabalhadores formais com conta vinculada do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) há pelo menos três anos terão 0,5% de desconto nos juros dos financiamentos habitacionais pelo programa “Minha casa, minha vida”. O anúncio foi feito ontem, pelo vice-presidente de Habitação da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, no 5º Feirão Caixa da Casa Própria, no Riocentro. Além da redução, os futuros mutuários contarão também com subsídios (abatimento no valor total do imóvel) de R$ 2 mil a R$ 23 mil.

Com o desconto, as taxas anuais dos coristas do FGTS passarão a ser de 4,5% (renda de R$ 1.395 a R$ 2.325); 5,5% (R$ 2.325 a R$ 2.790) e 7,66% (R$ 2.790 a R$ 4.650). Em todos os casos, a correção será pela Taxa Referencial (TR). Na prática, a redução poderá chegar a R$ 43 por mês, ou R$ 520 por ano, no financiamento de um imóvel R$ 130 mil, para quem tem renda de R$ 4.650.

O motorista de ônibus Telmo Coelho, de 34 anos, foi um dos que se beneficiaram dos dois descontos. Ele foi o primeiro a fechar contrato no feirão para compra de uma unidade em Santa Cruz da Serra, em Duque de Caxias.

CRÉDITO PRÉ-APROVADO PELO SITE – O simulador da Caixa Econômica Federal, disponível no site do banco (http://www.caixa.gov.br/), serve como documento de pré-aprovação do crédito para o futuro mutuário. Segundo o vice-presidente de Atendimento da Caixa, Carlos Borges, quem fizer a simulação fielmente na página da instituição financeira, informando todos os dados corretamente, poderá imprimir o cálculo, usando-o como ferramenta para agilizar a concessão do crédito.

Com a simulação em mãos, o candidato ao financiamento imobiliário poderá procurar o feirão ou uma agência da Caixa, com a documentação que confirma as informações, e fechar o negócio. De acordo com Borges, a partir daí, a carta de crédito poderá ser liberada na hora.

A carta de crédito expedida no feirão tem validade de até seis meses. Ou seja, quem quer mais tempo para olhar o imóvel oferecido no evento – ou fora dele – pode aprovar o crédito e utilizá-lo depois.

O valor da carta será dado de acordo com o perfil do candidato e, principalmente, com base na renda e na capacidade de pagamento. O prazo do financiamento é de até 30 anos.

VINTE MIL VISITANTES – Quase 20 mil pessoas passaram pelo Feirão da Caixa até as 17h de ontem, primeiro dia do evento. Segundo o banco, foram iniciados 1.154 negócios, com o volume de R$ 127 milhões. Chegaram a ser fechados 126 contratos, no valor de R$ 12,7 milhões.

No estande da Prefeitura do Rio, foram feitas 190 inscrições para os programas de Arrendamento Residencial (PAR) e “Minha Casa, Minha Vida”. Já o governo do estado inscreveu 92 famílias nas duas modalidades.

O feirão, que terminará no domingo, funcionará das 10h às 21h (hoje e amanhã) e das 10h às 18h (no último dia). Nos corredores, as construtoras lançam mão da criatividade. A MDL Realty instalou uma TV que reproduz as obras dos empreendimentos em tempo real. Já a Rossi usa buzinas e campainhas para anunciar a chegada de clientes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.