12/08/2009

Dicas para fazer o seu seguro residencial

Fonte: O Globo

Segundo especialistas, é bem menos do que um seguro de automóvel, que pode significar 10% do valor total da proteção de um carro

(Foto: Divulgação)
Seguradoras oferecem pacotes padronizados, com diversos tipos de cobertura (Foto: Divulgação)

Rio de Janeiro – Você já pensou em fazer um seguro residencial? Há quem pense que proteger um imóvel pode sair caro. Mas o preço pode ser mais em conta do que muita gente imagina. Por um valor anual de até 0,2% do custo total da cobertura, você pode proteger o seu imóvel contra incêndio, roubo, danos elétricos, raios além de danos a terceiros. Segundo especialistas, é bem menos do que um seguro de automóvel, que pode significar 10% do valor total da proteção de um carro.

As seguradoras oferecem pacotes padronizados, com diversos tipos de cobertura. A principal é a de incêndio, que contempla o maior valor de indenização. Adicionais, como roubo, danos elétricos e raio podem ser incluídos no plano principal de acordo com o interesse do cliente. O valor do seguro é proporcional ao risco do imóvel. Ou seja, a proteção de uma casa sai mais cara do que a de um apartamento. O mesmo vale para os imóveis de veraneio que podem ter um valor mais alto do que as moradias permanentes.

O diretor técnico da Companhia de Seguros Aliança do Brasil, Wady Cury, chama atenção para o cuidado em não fazer coberturas desnecessárias e para a importância de guardar os comprovantes de bens do imóvel.

“Quem mora em prédio já tem cobertura de incêndio que é oferecido ao empreendimento como um todo. Portanto, é importante que seja garantida a cobertura do conteúdo do apartamento. Antes de fechar contrato, o cliente deve analisar tudo o que pode ser perdido em decorrência de um incêndio. Além disso, é importante que ele guarde os comprovantes de pagamento e as notas fiscais de seus bens para que na hora da inspeção, não haja qualquer conflito e seja agilizada a indenização”, alerta Wady Cury.

Além das coberturas aos bens do imóvel, as seguradoras também oferecem proteção de responsabilidade civil. Isso quer dizer que, caso algum segurado danifique acidentalmente algum bem, a seguradora garante a cobertura do dano. De acordo com a gerente de produtos do Itaú-Unibanco, Aline Coropos, esse tipo de proteção é mais indicado para quem mora em apartamento. Outro tipo de serviço oferecido pelas empresas é de assistência técnica, que pode incluir encanador, chaveiro e eletricista.
Esse serviço permite o reparo de danos que acontecem em nossa rotina.

“Por exemplo, quem já não ficou preso fora de casa por esquecimento de chave ou não teve um problema de vazamento de água? Esse tipo de serviço traz uma boa relação custo-benefício, pois o valor pago é inferior ao que o cliente gastaria sem o seguro”, afirma Aline Coropos.

Quer receber mais informações? Siga o ZAP no Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.