22/09/2016

Dicas sobre como cuidar dos tapetes

Para manter as peças limpas e bem conservadas, é necessário estar atento a diversas particularidades

Fonte: ZAP em Casa

Manter os tapetes limpos e bem conservados pode ser mais difícil do que parece. Mesmo com o uso de aspirador ou de outras formas de limpeza mais cotidianas, com o tempo a poeira e os ácaros acabam se acumulando, além das manchas e odores indesejados, que muitas vezes insistem em permanecer.

+ Faça seu cadastro no ZAP em Casa e fique por dentro das últimas de decoração

+ O ZAP em Casa quer a sua opinião: clique aqui e conte o que você quer ver por aqui

“Os tapetes são muito importantes na decoração de um ambiente, e podem ser verdadeiras obras de arte, com alto valor agregado. Por isso, é importante estar atento a cuidados de conservação específicos para cada tipo de peça”, alerta a proprietária da Lavasecco, Maria Alzira Linares.

tapete-1
Manter os tapetes limpos e bem conservados pode ser mais difícil do que parece (Foto: Shutterstock)

Os mais comuns são os sintéticos, que usam materiais como nylon, acrílico e prolipropileno. Os que são feitos de fibras, como lã, seda, algodão ou sisal, costumam ser mais frágeis. E as peças orientais e de pele são as mais sofisticadas, normalmente produzidas com fios de algodão, lã ou seda, e muitas vezes de forma artesanal. Estas exigem limpeza especializada.

Segundo Linares, os problemas mais comuns na manutenção das peças são as marcas de móveis, como pés de cadeiras e mesas, o desbotamento após várias lavagens, e a descoloração por incidência de raios solares ou pelo uso de produtos de limpeza inadequados. Quem tem animais de estimação em casa precisa ainda estar atento a acidentes com urina e vômito, por exemplo. “A urina é ácida, por isso pode amarelar e enfraquecer as fibras do tecido. Quando a sujeira não é tratada em curto prazo, a mancha se torna mais difícil de ser removida”, explica a especialista.

tapete-2
Independente do material do tapete, todos necessitam de cuidados especializados na hora da higienização (Foto: Shutterstock)

Quanto aos tingimentos, é mais comum o uso de corantes sintéticos, aplicados em lã, seda e algodão. Estes são mais resistentes, embora sofram também com as manchas e desgastes. Já para tapetes tingidos com tintas vegetais, é mais recorrente o “abrash”, que é a mudança de cor somente em alguma parte da superfície.

A recomendação é que os tapetes recebam higienização especializada ao menos uma vez por ano, ou sempre que necessário. A Lavasecco utiliza produtos e tratamentos específicos para cada tipo de fibra ou tecido, para evitar manchas e desbotamentos.

Independente do material do tapete, todos necessitam de cuidados especializados na hora da higienização.

tapete-3
Os tapetes são muito importantes na decoração de um ambiente, e podem ser verdadeiras obras de arte (Foto: Shutterstock)

 

+ Conheça 10 truques que facilitam a limpeza da casa

+ Veja 13 dicas para usar a pasta de dente na limpeza

+ Decoração pode driblar crises alérgicas típicas da primavera

+ Entenda as vantagens de usar persiana na decoração

+ Saiba como funciona a lava-louças

+ Aprenda a tirar manchas de estofados, tapetes e roupas

+ Saiba como limpar diferentes tipos de piso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.