08/08/2011

Dinheiro da coleta seletiva nas mãos dos moradores

Dinheiro da coleta seletiva nas mãos dos moradores

Fonte: Revista do ZAP

Condomínio de Santa Maria, na região central do Estado, encontrou na venda do lixo recursos para operar melhorias

Cansados de ver sacolas rasgadas e lixo espalhado na calçada, moradores de um condomínio de Santa Maria, na região central do Rio Grande do Sul, decidiram unir ideias para realizar um desejo de todos os condôminos: reformar a quadra de esportes e a pracinha do local. Eles passaram a separar materiais para reciclagem e a vender os resíduos para aplicar o lucro da iniciativa em melhorias no próprio conjunto habitacional.

Tudo começou há cerca em julho, quando o morador do Condomínio João Paulo 2º, Eduardo Rodrigues, 42 anos, e o zelador Carlos de Lima, 45 anos, resolveram agir.

– Minha esposa e eu sempre fizemos isso em casa – conta Rodrigues.

lixo reciclado pense imóveis

O lixo seco começou a ser armazenado na garagem. Como o zelador passou a recolher também os resíduos que caíam na rua, o espaço acabou. Foi aí que eles resolveram vender os materiais para associações de recicladores e aplicar o dinheiro no condomínio. A ideia ganhou a adesão de outros moradores em pouco tempo. Em apenas uma manhã, eles conseguiram juntar seis sacos de 50 litros de lixo.

– Estamos orientando moradores que não sabem fazer a separação. Vamos despertando a consciência – diz Lima.

Com pouco mais de 261 mil habitantes, Santa Maria produz diariamente 170 toneladas de lixo. Apesar de haver serviço de coleta seletiva, o trabalho é feito a partir de cadastro e há apenas um caminhão para o recolhimento em toda a cidade.

Condomínio limpo, dinheiro na poupança
Ação semelhante é feita por cerca de cem moradores do Condomínio Terra Nova, também em Santa Maria. O síndico Marcos Valério explica que, como a iniciativa é recente, o dinheiro da venda está sendo guardado.

Além dos resíduos de cada uma das 130 casas do conjunto habitacional, funcionários também recolhem e separam os materiais dos contêineres.

Leia mais
>> Pneu velho é transformado em decoração
>> Roupa de cama é amiga da natureza
>> Casa com projeto auto-suficiente
>> Preocupação com o ambiente na construção

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.