11/07/2021

Duchas: conheça as diferenças entre modelos e escolha a melhor para seu banheiro

De tão essencial em uma casa, o chuveiro nem sempre recebe a atenção que merece em um projeto para o banheiro. Mas ele é responsável não apenas pela higiene, como também por um momento de relaxamento. São muitos os modelos de duchas disponíveis no mercado e a escolha deve passar pela estética e também pela funcionalidade para ter o melhor resultado na hora de tomar banho. Afinal, qual é a ducha ideal para o seu banheiro?

Leia também

+ Saiba como ter uma lavanderia bem planejada

+ Minimercados em condomínios: a tendência que veio para ficar

+ Com cuidados, é possível decorar na pandemia

Na hora de escolher a ducha ideal, manual elaborado pela marca Celite diz que a dimensão da área disponível e o perfil dos moradores são importantes. A pressão da água oferecida no imóvel também influi diretamente. “Para situações de pressão fraca, recomenda-se a utilização de chuveiro pressurizado ou a instalação de pressurizador separado, que aumenta a pressão da queda da água. Se a pressão da água já for adequada, não é necessário uso do pressurizador, podendo-se optar por modelo comum”, explica a arquiteta Isabella Nalon. 

Sobre a questão estética, deve-se escolher o chuveiro que se adeque ao estilo do projeto - Foto: Celite
Sobre a questão estética, deve-se escolher o chuveiro que se adeque ao estilo do projeto – Foto: Celite

Características do chuveiro

A vazão do chuveiro refere-se à capacidade de fornecimento de água por minuto, podendo variar de 6 a 60 litros/minuto dependendo do modelo e da pressão da água. “Modelo de grande vazão requer pressão adequada, pois se no local a pressão for mais baixa que o recomendado, o jato sairá fraco. A vazão da ducha também deve ser proporcional à do aquecedor a gás, lembrando que quanto maior a vazão do aparelho, maior também o consumo de água”, acrescenta.

O chuveiro mais comum é o elétrico. “A potência é informação importante porque indica a capacidade do aparelho de aquecer água em um determinado período de tempo. Quanto mais potente o chuveiro, maior será o consumo de energia elétrica”, afirma Isabella.

 Pressão da água oferecida no imóvel influi diretamente na escolha da ducha ideal - Foto: Celite
Pressão da água oferecida no imóvel influi diretamente na escolha da ducha ideal – Foto: Celite

Mas existem outras opções, como a gás e solar, por exemplo. “Os chuveiros a gás costumam oferecer maior conforto que os elétricos devido à maior pressão da água. Proporcionam maior economia, pois não utilizam energia para o aquecimento da água, porém gastam mais água, pois o tempo para aquecimento é maior. Já para usar o aquecimento solar, é necessário um sistema de placas solares e trabalhar conjugado com boiler de acumulação”, detalha.

Para além da funcionalidade, a estética também é fundamental. “Tem chuveiro de teto, de parede, com jatos de ducha, com cromoterapia e outros modelos. Deve-se escolher o que se adeque ao estilo do projeto e ver se as condições técnicas do local são suficientes para funcionar eficientemente”.

Leia mais

+ Saiba como escolher bares e adegas para casa

+ Saiba como deixar um apartamento seguro para gatos

+ Como comprar pisos para áreas molhadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.