13/11/2009

Eletrobrás só investiu 38% do previsto no ano até agosto

Fonte: O Estado de S. Paulo

Em 2008, estatal investiu 60% do orçamento, mas empresa diz que até o fim do ano aplicará até 80%

Levantamento feito com informações do Ministério do Planejamento mostra que o Grupo Eletrobrás não conseguiu investir nem a metade do planejado para este ano. Segundo dados compilados pela ONG Contas Abertas, até agosto de 2009 foram investidos R$ 2,8 bilhões, 38% dos R$ 7,2 bilhões previstos no orçamento. O total investido em relação ao que foi orçado vem caindo desde 2003. No primeiro ano de gestão Lula, as 15 empresas do Grupo Eletrobrás investiram 80% do que constava do orçamento, índice que caiu para 60% em 2008.

Em termos absolutos, os números também mostram que os investimentos feitos pela Eletrobrás diminuíram nos últimos anos, segundo a série histórica que começa em 2000. O maior investimento feito até agora foi em 2002, de R$ 5,7 bilhões, em valores atualizados pelo IGP-DI. Esse montante declinou durante os sete anos do governo do presidente Lula e atingiu R$ 3,8 bilhões no ano passado.

Os dados compilados pela Contas Abertas são divulgados pelo Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest), que acompanha o desempenho de empresas em que a União detém a maioria do capital social com direito a voto. A análise dos dados mostra que o ritmo dos investimentos realizados não acompanha o crescimento do orçamento do Grupo Eletrobrás. Em 2003, o sistema previu investimentos de R$ 5,1 bilhões. Esse total cresceu. Alcançou R$ 6,2 bilhões no ano passado e chegou a R$ 7,2 bilhões em 2009.

A série histórica permite uma comparação parcial entre os investimentos feitos durante os últimos três anos de administração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e a gestão Lula. Em média, nos três últimos anos de FHC, a Eletrobrás investiu mais que a média dos sete anos de administração Lula. Foram R$ 5,1 bilhões no governo tucano, contra R$ 3,6 bilhões no do petista.

Por meio da assessoria de imprensa, a Eletrobrás afirmou que até setembro investiu 48% do orçamento de 2009. Disse ainda que até o final do ano o porcentual ficará entre 70% e 80% do orçamento de R$ 7,2 bilhões. “A realização do orçamento é impactada pelos procedimentos legais e ambientais que necessitam ser cumpridos”, disse em nota a Eletrobrás, dando como exemplo o caso da usina de Angra 3.

ENCONTRE SEU IMÓVEL NO ZAP:

LEIA MAIS:

CONDOMÍNIOS DE LUXO AGORA TÊM GESTÃO “PERSONNALITÉ” EM SP

PREFEITURA ESTUDA FAZER A CALÇADA E COBRAR NO IPTU

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.