13/11/2009

Eletrodoméstico sem selo de qualidade

Fiscalização multa 26% das lojas visitadas por venda de produtos sem certificação

(Foto: Divulgação)
Lojas tem prazo de dez dias para apresentar de defesa (Foto: Divulgação)

Eletrodomésticos vendidos sem o selo de eficiência energética – que é obrigatório – em 26% das lojas. Esse foi o resultado de mais uma blitz realizada no Estado de São Paulo pelo Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-SP) autuou 20 das 76 lojas visitadas durante a “Operação Eficiência Energética”.

Foram visitadas lojas e hipermercados nas cidades de São Paulo, Guarulhos, Santo André, Bauru, Campinas, São José dos Campos e Santa Fé do Sul. As equipes examinaram 19.347 produtos, entre eles fornos, fogões, refrigeradores, máquinas de lavar, condicionadores de ar e lâmpadas fluorescentes compacta com reator integrado. Nas 20 lojas autuadas foram encontrados 51 produtos (0,26%) sem o selo de eficiência energética: 24 máquinas de lavar; 13 refrigeradores; 12 fornos e fogões a gás; e 2 condicionadores de ar. “Em termos de produtos, o número de irregularidade não foi significativo. Porém, com relação à proporção de lojas com produtos irregulares, a quantidade foi muito grande”, garante Valdir Volpi, diretor de metrologia e qualidade do Ipem-SP.

As lojas tem prazo de dez dias para apresentar de defesa e podem receber multa, que varia de R$ 100 a R$ 50 mil – dobrando no caso de reincidência.

ATENÇÃO – O selo de eficiência energética é uma exigência do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), implantado há 15 anos pelo Instituto de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), para lâmpadas e determinados eletrodomésticos. Com o selo, é possível identificar qual produto apresenta baixo consumo e maior aproveitamento de energia elétrica. “Os produtos são classificados com letras que vão de A a E, sendo que aqueles que recebem o A são os mais econômicos”, lembra Volpi. Os produtos com certificação A também recebem o selo Procel, que garante que ele se destaca entre os demais com relação à economia de energia.

A etiqueta conta ainda com o consumo médio mensal estimado do equipamento. “Ao analisar dois produtos de classificação A, é possível saber qual consome menos energia.”

ECONOMIA – Produtos em que a presença do selo é obrigatória: lâmpadas, TV, banheiras de hidromassagem, chuveiros, aquecedores a gás e elétricos, fogões e fornos domésticos a gás, micro-ondas, refrigeradores (geladeiras), congeladores, máquinas de lavar roupa, ventiladores de teto e ar condicionado.

ENCONTRE SEU IMÓVEL NO ZAP:


 

LEIA MAIS:

SAQUE DO FGTS TAMBÉM VALE EM FINANCIAMENTO ANTIGOS

LINHA BRANCA: CORTE DE IPI PODE SER DEFINITIVO

1 Comentário

  1. eu gostaria de saber como eu faço para compra eses moveis e eletro domestico rematar nos leiloes obrigado aguardo jose

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.