25/06/2012

Em Porto Alegre, Rua da Praia deverá reencontrar o Guaíba após revitalização da orla

Em Porto Alegre, Rua da Praia deverá reencontrar o Guaíba após revitalização da orla

Fonte: Revista do ZAP

Projeto prevê a criação de um elo com as ruas dos Andradas e Riachuelo

Progressivamente apartada do Guaíba ao longo dos séculos, a Rua da Praia, em Porto Alegre, voltará a ficar próxima das águas a reboque da revitalização da orla. A criação de um eixo com a Rua Riachuelo conduzirá a mais importante via da cidade, hoje Rua dos Andradas, até a margem do manancial que inspirou sua denominação.

Divulgação

Projeto prevê extensão da Riachuelo, com calçadão que atravessará a Avenida Presidente João Goulart


Recentes alterações no projeto do escritório do arquiteto paranaense Jaime Lerner, em Curitiba (PR), deixam antever o cenário do futuro da área da Usina do Gasômetro. Ao atravessar a Praça Julio Mesquita, em frente à usina, a Rua dos Andradas deixará um rastro de novidades antes de se juntar à Riachuelo e partir rumo ao Guaíba.

O antigo trajeto do aeromóvel será revitalizado, iluminado e, possivelmente, ativado pela linha que deverá seguir até a Zona Sul. O bonde histórico, que circulará pelo Centro, terá uma estação e uma garagem na praça. As mudanças são fruto de uma série de reuniões de técnicos da prefeitura com a equipe de Lerner.

“A praça foi incluída depois (no projeto de reforma da orla), em função da sua importância na ligação da cidade com o Guaíba. Vai ter um eixo muito bonito, conduzindo as pessoas que vêm da Rua da Praia para a beira do Guaíba”, aponta Valéria Damasceno Ferreira, arquiteta da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) e diretora da Divisão de Projeto e Construção dos Parques e Praças.

Como a Rua deixou de ser da praia
Os projetos da área do Gasômetro ainda não foram liberados pela Smam. Historiador que dedicou boa parte do seu trabalho à cidade, Sérgio da Costa Franco afirma que a rua deixou de ser da praia aos poucos.

Os primeiros aterros, de meados do século 19, originaram áreas que mais tarde seriam ocupadas pela Praça Brigadeiro Sampaio e pela Rua Sete de Setembro. A Rua da Praia continuou tendo algum contato com o Guaíba até 1920.

“Só com a construção do porto é que a Rua da Praia se afastou do Guaíba”, afirmou Franco, que considera a Andradas ainda próxima das águas. Mesmo que sem praia.


Leia mais:
>> Projetos de revitalização da orla do Guaíba são entregues à prefeitura de Porto Alegre
>> Primeira etapa da revitalização do Guaíba deve ser concluída até o fim de 2012
>> Orla do Guaíba, em Porto Alegre, será transformada em parque de lazer

Tags: Urbanismo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.