14/10/2013

Empreendimento Terrara traz casas com pátio e segurança de condomínio, em Porto Alegre

Empreendimento Terrara traz casas com pátio e segurança de condomínio, em Porto Alegre

Fonte: Revista do ZAP

Pesquisa realizada pela Melnick Even aponta que 75% das pessoas desejam morar em casas

A escassez de grandes terrenos e a verticalização das capitais são motivos relevantes que influenciam na falta de condomínios de casas na região central de Porto Alegre. Fatores como distância e segurança acabam fazendo com que muitas pessoas abram mão do sonho de morar numa residência com pátio.

Melnick Even-Terrara

Condomínio Terrara, da Melnick Even

“Por conveniência, a tendência é se optar por apartamentos. Apesar disso, o desejo de consumo das pessoas, até mesmo pela cultura do gaúcho, é de oferecer aos filhos a possibilidade de crescer com mais espaço”, observa Marcos Colvero, diretor de incorporações da Melnick Even.

Pesquisa feita pela construtura apontou que cerca de 75% das pessoas consultadas desejam morar em uma casa.

A falta de terrenos para novos empreendimentos provoca uma expansão da construção civil para bairros antes pouco explorados. O final da avenida Ipiranga, após o campus da PUCRS, por exemplo, recebeu nos último anos uma série de lançamentos que provocaram uma valorização dos imóveis localizados na região.

Segundo pesquisa no banco de ofertas do Pense Imóveis, o valor do metro quadrado na área gira em torno de R$ 5.600, considerando-se imóveis usados e novos, o que a coloca com um dos bairros mais valorizados de Porto Alegre.

Com tudo isso, nota-se que encontrar o local ideal para abrigar um condomínio fechado de casas não é tarefa das mais fáceis. Por esse motivo, o novo empreendimento de alto padrão da Melnick Even foi batizado de Terrara.

“O nome surgiu de uma brincadeira, a união das palavras “terra” e “rara”, já que dificilmente se encontra em uma região central um condomínio fechado de casas”,  explica Colvero. Ainda segundo ele, a proposta do empreendimento é proporcionar o que, em última instância, sempre se procura na morada: qualidade de vida.

“O condomínio fica próximo a escolas, universidade e centros de consumo. Tivemos a oportunidade de aliar projetos diferenciados de casas à segurança e estrutura de um condomínio fechado”, define.

O Terrara está em fase de pré-lançamento e tem previsão de entrega em 2017.  O valor do metro quadrado, em média, é de R$ 4.700, tendo as residências preço médio de R$ 920 mil.

Leia mais:
>> Casa ou apartamento? Prós e contras na hora de escolher seu novo lar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.