30/10/2006

Empresa de elevadores adota área pública

Fonte: O Estado de S. Paulo

Atlas Schindler fecha com a Prefeitura a manutenção da Praça Alberto Lion

A Elevadores Atlas Schindler fechou um acordo com a Prefeitura para a conservação da Praça Alberto Lion, no Cambuci, onde funciona a sede administrativa da empresa. O termo para a manutenção da área foi assinado no fim de julho e, agora, a companhia apenas aguarda orientações paisagísticas da Subprefeitura da Sé para iniciar os trabalhos na área. “Estamos no local há sete anos e foi algo que a gente já buscava havia tempo, pois o Cambuci tem origem industrial, com muito pouca área verde”, diz o diretor de RH, Diloney Palombo.

O processo para que a companhia assumisse a manutenção dos jardins, árvores e canteiros do espaço público demorou mais de cinco anos. “O pedido foi feito no fim de 2000, mas só saiu agora. Não sei porque demorou tanto, talvez porque foi feito em fim de governo e acabou se arrastando”, diz Palombo.”Como ficamos do lado da praça, sempre vimos como obrigação cuidar dela e limpá-la para a comunidade.”

Esse contrato de intenção foi firmado no dia 25, na Subprefeitura da Sé, quando outras 14 corporações, associações e entidades também assinaram termos para conservação de áreas verdes na região central. Em troca de cuidar da praça por um período de três anos, renovável, elas têm direito a colocar placas publicitárias no local, respeitando tamanho e quantidade. Dos cerca de 742 mil metros quadrados de áreas verdes na região central, aproximadamente 4% era adotado até o início do ano, passando agora para 12% – 89 mil metros quadrados.

Utilização
O diretor conta que a Praça Alberto Lion é usada por parte dos 400 funcionários da sede para descanso na hora do almoço. “O lugar é muito grande, tem uns 100 metros de comprimento por outros 50 metros de largura”, diz Palombo. “Nada mais justo que a gente conserve, uma vez que a usamos tanto.”

Palombo adianta, ainda, que a idéia da empresa, mais do que a conservação, é a de agregar uma mensagem ambiental entre os funcionários. “Vamos incentivar o trabalho de voluntariado e em dias como o da árvore, por exemplo, devemos reunir as famílias para cuidar do lugar.”
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.