04/12/2009

Empréstimos da Caixa para casa própria quase dobram em 2009, para R$ 39,3 bilhões, e batem recorde

Fonte: O Estado de São Paulo

Brasília e São Paulo – O volume de financiamentos imobiliários da Caixa cresceu 93% no período de janeiro a novembro deste ano, sobre os R$ 20,3 bilhões de igual período do ano passado, totalizando R$ 39,3 bilhões. O resultado é R$ 15,7 bilhões superior ao que era estimado no início do ano para 2009 e é o maior já registrado na instituição para o período entre janeiro e novembro. Em todo o ano de 2008, o valor foi de R$ 23,2 bilhões.

“Estamos falando da melhor contratação da história do país. Este ano foi muito bom. A crise não chegou para o crédito imobiliário na Caixa”, afirmou Jorge Hereda, vice-presidente do banco. A Caixa projeta encerrar 2009 com empréstimos superiores a R$ 40 bilhões.

“O programa Minha Casa, Minha Vida foi muito importante, pois deu confiança para quem queria comprar e para quem queria lançar”, disse o executivo, justificando a meta.

Segundo balanço divulgado nesta quinta-feira pela Caixa, os recursos possibilitaram que 756.507 famílias comprassem a casa própria. Desse total, 42% estão na faixa de renda de até cinco salários mínimos. O valor médio financiado hoje na Caixa é de R$ 69 mil.

Segundo a Caixa, já foram contratadas, no Minha Casa, Minha Vida, 176.379 residências, num valor superior a R$ 11,17 bilhões. São 102.585 moradias até três salários mínimos; 56.051 de três a seis salários mínimos e 17.743 para seis a dez salários mínimos.

O banco informou que foram recebidas 2.763 propostas até o dia 30 de novembro, o que corresponde a 567 mil moradias.

INADIMPLÊNCIA – Segundo Hereda, a inadimplência do setor também tem se mantido sob controle, na média histórica, sendo que em outubro (no último dado disponível) passou para 2,1%, uma alta ante o mês anterior, quando registrou 1,9%.

Dos empréstimos totais até novembro, os financiamentos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) subiram 46%, para R$ 14,9 bilhões, enquanto os financiamentos com recursos próprios apresentaram um salto de 119%, para R$ 20,3 bilhões.

“Somente em novembro, foram 5,7 mil novos financiamentos por dia, já que o mês apresentou uma aceleração desse crescimento”, destacou Hereda.

A média diária do ano está em 3,3 mil contratos diários, representando um crescimento de 73,2% frente à média diária do mesmo período do ano passado.

Segundo os dados apresentados nesta quinta-feira pelo banco, somente para o Estado de São Paulo foram realizados pela Caixa financiamentos no valor de R$ 10,03 bilhões até novembro, ante R$ 6,4 bilhões contratados em todo o ano passado. A média de imóveis financiados para o estado ficou em 662 contratos no período por dia útil, enquanto, no início do ano, esta média marcava 581 imóveis financiados por dia.

“Para 2010 ainda não fechamos nosso planejamento, mas o setor como um todo aponta para a continuidade do crescimento do crédito imobiliário, já que o grosso das contratações do programa (Minha Casa, Minha Vida) será realizado no ano que vem”, completou o vice-presidente.

ENCONTRE SEU IMÓVEL NO ZAP:

LEIA MAIS:

CONDOMÍNIOS DE LUXO AGORA TÊM GESTÃO “PERSONNALITÉ” EM SP

PREFEITURA ESTUDA FAZER A CALÇADA E COBRAR NO IPTU

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.