08/10/2015

Entenda como é feita a construção de casas com concreto inflado

Entenda quais são as vantagens e desvantagens dessa técnica

Fonte: Revista do Zap

Há um projeto de habitação que utiliza concreto inflado, uma forma de moldagem e estruturação do concreto armado que visa agilizar a execução e baratear os custos com escoramento e formas.

binishell
(Foto: Divulgação)

+ Apartamentos verdes: plantas deixam ambientes mais aconchegantes

+ Madeira plástica é ideal para locais abertos. Saiba mais

De acordo com Nicoló Bini, arquiteto e filho do inventor das Binishells, como são chamadas estas casas, elas funcionam como uma ótima alternativa de habitação de baixo custo. Além do uso residencial, o método já foi aplicado em escolas, complexos militares e esportivos. A empresa avalia que a residência mais simples custaria apenas 3.500 dólares (cerca de R$ 13.580).

Para se ter ideia, casas de até 40 metros de altura podem ser construídas em menos de uma hora utilizando.

Outras vantagens são o uso de materiais e mão de obra locais, resultando em redução de custos e de impacto ambiental. Além disso, a estrutura inflada possibilita construir uma casa mais segura com menos material.

Casa de concreto inflado
(Foto: Reprodução/Site Binishells)

Segundo o arquiteto Bruno Vianna, a técnica foi desenvolvida na década de 1960 e revista na atualidade, mas ainda é pouco utilizada no mercado.

Como funciona?

“Câmaras são infladas fazendo o papel de formas e escoras. As câmaras infladas assumem formatos arredondados, como cúpulas, e são autoportantes. Sobre elas é instalada a malha metálica estruturante do concreto armado e então ocorre a concretagem”, explica Vianna.

Observando os tempos de cura do concreto, ao atingirem o índice de resistência inicial as câmaras infladas são esvaziadas, retiradas e podem ser reaproveitadas em outras montagens. O concreto em formato curvo se mantém estruturado por seu formato até atingir o tempo total de cura e resistência.

Projeto Concreto Inflado)
(Foto: Reprodução/Projeto Binishells)

Vianna afirma que o processo tem vantagens ambientais e de custos pela rapidez da montagem, reaproveitamento das câmaras, economia em volume de concreto armado empregado, além da redução do descarte de formas em madeira e outros materiais de bota-fora.

+ Paredes de isopor são usadas em construção de casas. Saiba mais

+ Uso de móveis corretos faz kitnet parecer maior. Saiba mais

+ Veja como remover o papel de parede

+ Acabamentos de parede diferenciados dão personalidade aos ambientes

+ Veja as vantagens de usar gesso na decoração

+ Azulejos: trocar, aplicar novos sobre antigos ou pintar?

+ Piscina de vidro suspensa vai ligar prédios de luxo em Londres

+ Saiba quais os pisos ideais para sua garagem

+ Fachada de casa em Lisboa tem mais de 4,5 mil plantas

+ Veja como deixar a fachada da casa com a sua cara

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

Tags: construção

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.