08/07/2015

Entenda o que mudou com o novo padrão de três pinos para tomadas

As tomadas também estão diferentes. As novas são afundadas para que, junto com o novo plugue, ajudem a evitar acidentes

Fonte: Revista do ZAP

Entenda o que mudou com o novo padrão de três pinos para tomadas. O sistema tem dois tipos de plugues: os mais finos (4 mm) e os mais grossos (4,8mm) – ZAP

Todos os plugues agora têm três pinos redondos, por conta do novo “padrão brasileiro de plugues e tomadas“. O sistema de três pinos foi criado para padronizar as tomadas e diminuir os acidentes. Antes da padronização, tínhamos mais de 12 tipos de plugues e oito tipos de tomadas diferentes! E aquele monte de adaptadores e benjamins para ligar os aparelhos, nem sempre de forma segura.

+ Pequenos consertos: saiba como trocar uma tomada ou interruptor de luz

+ Vai reformar e não sabe quanto vai gastar? Veja dicas

Novo padrão de tomada de três pinos visa a segurança do consumidor (Foto: Divulgação/ Inmetro)
Novo padrão de tomada de três pinos visa a segurança do consumidor (Foto: Divulgação/ Inmetro)

Muitos acidentes e mortes são causados por exposição à corrente elétrica – muitos deles acontecem com crianças. Você já parou pra pensar em como os plugues e as tomadas podem ser perigosos? A mudança veio para aumentar a segurança. Ninguém quer ver o filho tomando choque na tomada né? Então vamos entender e nos adaptar à mudança. É simples, embora custe um pouco pra você ter mais segurança.

Novo sistema tem dois tipos de tamanho de plugues (Foto: Divulgação)
Novo sistema tem dois tipos de tamanho de plugues (Foto: Divulgação)

+ Imóvel reformado vende mais rápido

O novo sistema pode ser de dois tipos: plugues com o diâmetro mais fino (4 mm), para aparelhos que não produzem calor como televisores, batedeira, máquina de lavar roupa (tecnicamente eles são indicados para aparelhos com corrente nominal de até 10 ampères) e os plugues mais grossos (4,8 mm), para equipamentos que geram calor, como micro-ondas, ferro ou aquecedor elétrico (falando tecnicamente são os que  operam em até 20 ampères).

Isso foi uma medida de segurança porque evita a ligação de equipamentos de maior potência em um ponto que não foi especialmente projetado para ele – e que poderia causar sobrecarga e problemas elétricos (choque, incêndio). Além disso, gera economia, pois só equipamentos que consomem mais precisam de uma tomada mais robusta, que custa mais caro.

E tomadas têm novo formato

As tomadas novas são afundadas, ou seja, os furos ficam “para dentro” em relação ao chamado “espelho” da tomada. Isso faz com que os pinos entrem completamente nos buracos, sem que nenhuma parte metálica fique exposta, dificulta o contato do dedo com a corrente elétrica e impede que seja inserido somente um pino do plugue. Novo formato contra acidentes. Além disso, os novos plugues vêm com um sistema que evita sobrecarga e aquecimento e melhor encaixe entre plugue e espelho o que evita perda de energia.

Um pino é do sistema de aterramento

Antes eram só dois pinos, agora são três. E isso é mais um motivo de segurança. O terceiro pino realiza a ligação com o fio terra.

O sistema de aterramento serve para ‘retirar a eletricidade’ que fica na superfície metálica dos aparelhos ou para  desviar corrente de uma sobrecarga evitando que o equipamento pife e que você ou alguém na sua casa tome um choque..

O fio terra, de cor verde ou amarela, é um dispositivo de segurança que percorre toda a instalação. Ele conecta o aparelho que você liga na sua casa a umahaste que fica fincada na terra, literalmente.

Se sua instalação elétrica tiver fio terra e se por algum motivo acontece uma fuga de corrente em um equipamento (um fio desencapado ou curto-circuito, por exemplo) e você encosta nessa parte energizada do fio, ao invés da corrente elétrica passar por você e te dar um baita choque, ela vai pro aterramento. Se não tiver, o choque que você vai tomar pode ser gravíssimo.

Mas, para esse sistema de segurança funcionar, sua casa precisa ter aterramento.Pense nisso na hora de construir ou de reformar.

Tenho tomada antiga e aparelho com plugue novo! E agora?

E se você mora em uma casa com padrão antigo e resolve comprar uma máquina de lavar nova, a máquina já  terá o plugue de três pinos. A solução é chamar um eletricista para trocar a tomada ou usar um adaptador. Mas, lembre-se de escolher um adaptador aprovado pelo Inmetro. O uso de adaptadores não certificados pode provocar acidentes.

Toda essa questão tem um custo e uma reforma para adequação. Em princípio, pode parecer caro e chato, mas na verdade a gente está comprando mais segurança.

 

100pepinos (www.100pepinos.com.br) é uma ferramenta para você saber reformar e fazer manutenção da sua casa.

 

 

+ Como escolher e contratar pedreiros, encanadores e marceneiros 

+ Quando é necessário contratar um arquiteto? 

+ Coloque a documentação da reforma em ordem 

+ Veja dicas para evitar erros na instalação do piso vinílico

+ Veja algumas maneiras bacanas de mudar a cara da sua parede

 

 

 + Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

3 Comentários

  1. Tudo bem que é para segurança, mas precisava desenhar um padrão que é somente brasileiro? Não podia aproveitar um modelo que exista em outro país?E viemos e convenhamos, nem todas as casas tem o aterramento então este terceiro pino para grande maioria das residências é para inglês ver.

  2. Meus caros e discursantes assunto tomada padrão Brasileiro. Se for parar e avaliar o que foi dito ai sobre segurança eu lhes perguntaria:
    Todas as desculpas de quem aprovou esta tomada dito padrão brasileiro, foi de que seria algo pra aumentar nossa segurança, até ai tudo bem, mas onde está a dita segurança quando na verdade quase 100% de nós hoje para usarmos um produto seja ele antigo ou de importados temos de usar um adaptador. Quando surgiram as falas sobre desenvolver produto que ofereceria maior segurança, um dos assuntos massivamente discutido seria de que o fato de se utilizar de o famoso “T”, pois o mesmo causava curtos, aquecia e por sua vez maior consumo de energia, e ai colocaram no mercado um produto que literalmente me obriga usar um adaptador para praticamente cada tomada que tiver em minha ou sua casa. Lembrem-se, agora sim estamos expostos ao choque por simplesmente aumentara a necessidade do uso de um adaptador. Ou seja, somos reféns de algumas cabeças em um país que nos faz engolir decisões que nunca tivemos a chance de deliberar. Palmas para estas cabeças. E vamos continuar comprando adaptadores, afinal, é isto que os inventores da maravilhosa tomada padrão brasileiro apostou, vender seus adaptadores,veja se tem algum destes fabricantes reclamando da lei e normativas ABNT 14136. Agora se quiserem ver uma tomada que seguramente irá se tornar padrão internacional coisa de primeiro mundo e com rebaixo central para 94%dos plugues do mundo sem uso de adaptadores, peça imagem para roberto.san@live.com, terei maior prazer em lhes apresentar a mesma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.