25/07/2011

Escritório japonês transforma residência em playground com um grande escorregador

Fonte: O Globo

Neste mês, o Morar Bem, caderno do jornal O Globo, publicou uma reportagem com dicas para transformar a casa num parque de diversões, sem agredir a decoração. Mas o escritório japonês Level foi além de simples adaptações. No projeto para uma família de Tóquio, a equipe ousou ao construir um grande escorregador, envolvendo todos os … Continue lendo “Escritório japonês transforma residência em playground com um grande escorregador”

Fachada da casa que abriga um grande escorrega (Fotos: Reprodução Internet)
Fachada da casa que abriga um grande escorrega (Fotos: Reprodução Internet)

Neste mês, o Morar Bem, caderno do jornal O Globo, publicou uma reportagem com dicas para transformar a casa num parque de diversões, sem agredir a decoração. Mas o escritório japonês Level foi além de simples adaptações. No projeto para uma família de Tóquio, a equipe ousou ao construir um grande escorregador, envolvendo todos os três andares da casa. A ideia partiu do desejo do cliente de ter uma casa que pudesse ficar na lembrança de seus três filhos.

Funcionamento do escorrega que liga os trÊs andares da casa (Foto: Reprodução internet)
Funcionamento do escorrega que liga os trÊs andares da casa (Foto: Reprodução internet)

O funcionamento da casa é bem simples. De um lado, há escadas que levam ao primeiro e ao segundo andares. Na descida, os moradores podem escolher pelo modo rápido: o escorregador. A tubulação é dividida em dois pavimentos, o que reduz a velocidade e o perigo da brincadeira.

Tudo bem que é difícil imaginar que uma casa como esta, apresentada na primeira foto, possa ser um lugar divertido. Afinal, a cor crua da fachada e o formato retangular não são nada convidativos. Mas no interior dos 163 metros quadrados de área construída, a animação é garantida. Pois, além do escorrega, os moradores construíram uma espécie de piscina de bolas coloridas.

Criança brinca no escorrega (Foto: Reprodução internet)
Criança brinca no escorrega (Foto: Reprodução internet)

As áreas sociais da casa ficam no primeiro andar e levam a um terraço de pé direito duplo, que se desdobra também numa área de lazer para as crianças. Quarto e banheiro foram construídos no último andar junto a uma sala no estilo japonês. E o escritório foi colocado no térreo, onde deve haver um pouco de sossego.

LEIA MAIS:

Arquiteto cria projeto de edifício com apartamentos móveis para grandes centros urbanos

Dez espécies de plantas fáceis de cuidar para mudar o astral do ambiente sem dar muito trabalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.