16/11/2009

Espaço, antes ocioso, ganha móveis sob medida, com funções bem variadas

Fonte: O Globo

Espaço, antes ocioso, ganha móveis sob medida, com funções bem variadas, seja para aproveitar melhor pequenos cômodos ou tirar proveito da luz natural

Espaço ocioso da casa assume nova função (Foto: Divulgação)
Espaço ocioso da casa assume nova função (Foto: Divulgação)

Rio de Janeiro – Na correria atual, espreitar à janela é um hábito presente apenas em canções e poemas. Hoje, até o espaço debaixo delas virou nicho para decoradores e arquitetos. Seja para aproveitar melhor pequenos cômodos, tirar proveito da luz natural ou conferir bossa à decoração, essa área ociosa está ganhando móveis e marcenaria. Tudo em prol da funcionalidade, como mostra a reportagem de Flávia Monteiro para o Morar Bem deste domingo.

Não à toa, esse espaço já serve de inspiração para uma linha de produtos com a assinatura do designer Fernando Jaeger. São aparadores, pequenas estantes, gaveteiros e bancos como o Sahy, em madeira maciça (cumaru). Uma necessidade do mercado, destaca a designer Regina Kato, sócia de Jaeger:
– Alguns deles são resistentes à ação do tempo, pois também podem ser usados em área externa.

Feito sob medida para uma estudante de design, um projeto concebido pelas arquitetas Carolina Escada e Patrícia Landau ganhou bancada em laca branca sob a janela, que faz as vezes de aparador e armário, com portas de correr. No futuro, abrigará uma minibiblioteca.

“A ideia era criar um mobiliário multiuso, que se encaixasse sob a janela. A maior preocupação, contudo, foi com a escolha do material. Os móveis coloridos desbotam quando são expostos aos raios solares. O mesmo acontece com a mas, que não pode ser molhada”, acentua Patrícia.

Para a arquiteta Bia Wolff, do escritório Maurício Nóbrega, esse tipo de solução é uma maneira de “vestir a parede”, integrando a janela à decoração. No projeto de um espaço gourmet, a bancada de mármore serve de apoio para o preparo das refeições, com direito a uma pia. As laterais ganharam estantes em laca branca; e a base virou um armário imperceptível, com gavetas e portas escondidas por trás de bambu prensado. Sobre a janela, uma prateleira corre o ambiente de ponta a ponta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.