16/10/2015

Saiba como aumentar a vida útil do colchão

Especialistas explicam quais os cuidados tornam o colchão mais durável

Fonte: Revista do ZAP

Atitudes simples evitam deformações e mofo, entre outros desgastes

Quando as pessoas compram um colchão, elas esperam demorar alguns anos para adquirir outro. A durabilidade, entretanto, não depende somente da qualidade do material. Com os devidos cuidados, colchões de espuma duram de cinco a oito anos, e os de mola têm vida útil de dez a 15 anos.

A Revista do ZAP reuniu dicas práticas dos especialistas em colchões Andreu Monteiro e Lilian Schwarcz, que explicam como aumentar a vida útil deste item.

Colchão em cama box
Algumas fabricantes consideram mau uso colocar o colchão diretamente no chão (Fotos: Shutterstock)

+ Saiba como eliminar ácaros do quarto

+ Saiba escolher entre o colchão de espuma ou de molas

Não coloque seu colchão no sol

Normalmente, as células da espuma são contraídas e depois voltam ao normal, quando nos levantamos. O sol resseca essas células e faz com que percam a propriedade de retornarem à posição natural.

Evite derramar líquidos no colchão

A urina, por exemplo, pode até corroer as molas internas do colchão.

Não coloque papelão entre o estrado e o colchão

O papelão retém a umidade do ar e mofa o produto.

Evite “buracos”

Não fique muito tempo sentado na cama. Os colchões são desenvolvidos para deitar, posição em que o peso está distribuído. Quando sentamos, o peso se concentra em único ponto, o que pode causar deformações.

E atenção: essas deformações são consideradas mau uso por algumas empresas, e o cliente pode perder a garantia do produto. A sugestão para quem tem o hábito, por exemplo, de assistir TV na cama, é deitar e usar travesseiros para deixar o recosto mais alto.

 

Cuidados com colchão
Evite colocar o colchão no sol, pois há um ressecamento das células e perda da posição natural das células

Mantenha o quarto sempre arejado

A umidade do ambiente também mofa o colchão.

Não coloque-o no chão

Coloque o colchão sempre sobre cama, box, ou outra superfície suspensa, mas nunca no chão. Algumas fabricantes consideram mau uso colocar o colchão no chão e você pode até perder a garantia do produto.  E mais: utilize cama, box ou outra base no tamanho do colchão, nunca maior ou menor. Folgas ou apoios inadequados deformam o produto.

Evite as bordas

Evite sentar nas bordas do colchão enquanto usa o computador em uma mesa ao lado da cama, por exemplo. Isso evita deformações.

Durabilidade colchão
Mantenha o quarto sempre arejado, pois a umidade também mofa o colchão

Faça o rodízio horizontal do colchão

O giro deve ser de 180 graus, ou seja, o lado esquerdo vira o lado direito. O tronco do corpo humano é mais pesado que as pernas, o que significa que força mais a parte do colchão onde se recosta. Na rotação horizontal, o local onde se apoiam as pernas acaba ficando para cima, ou seja, passa a ser onde o tronco se apoiará, equilibrando o desgaste.

Vire o colchão de lado

Coloque a parte de baixo para cima. Alterne o rodízio horizontal com a rotação de face: em uma quinzena faça um, na seguinte faça o outro. Atenção: os modelos com pillow não têm necessidade de rotação de face.

+ Veja 12 dicas para ter uma cama mais aconchegante

+ Aposte em uma cabeceira de cama diferente e barata para o quarto

+ Veja 5 dicas de como economizar na decoração do quarto do bebê

+ Aprenda a combinar cores para fazer uma decoração moderna

+ Veja ideias criativas de mesas feitas com caveletes

+ Veja como usar estampas em diferentes cômodos da casa

+ Saiba como escolher o melhor sofá-cama para sua casa

+ Acerte na decoração de quarto pequeno

+ Como elaborar a decoração de quarto de casal

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

1 Comentário

  1. Obrigada pelas informações e gostaria de receber mais novidades em meu e-mail:mm_moura2008@hotmail.com.Abraços Maria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.