18/06/2009

Esquemas alternativos de moradia

Fonte: O Estado de S. Paulo

Modelos alternativos de residência temporária da Holanda podem ser adotados como moradias permanentes

Fotos: O GloboZap o especialista em imóveisA Spacebox é desmontável e de fácil transporte

Rio de Janeiro – As casas são coloridas e em formato de cubo. Além disso, são desmontáveis e de fácil transporte. Não é difícil encontrar pelas ruas próximas a Universidade de Utrecht, na Holanda, a Spacebox, um tipo de residência flexível de baixo custo e com design atrativo. Desenvolvido pelo arquiteto Mart de Jong, da De Vijf, esse modelo de moradia, criado inicialmente para abrigar estudantes, atualmente, é usado também para abrigar vítimas de calamidade. Agora, o sistema Spacebox começa a ser estudado como possibilidade de moradia permanente.

“A maior parte das mil unidades que construímos na Holanda foi destinada para o alojamento de estudante, ou para pessoas solteiras com idade entre 18 – 23 anos de idade. Estamos estudando agora as possibilidades para alojamento de famílias de formação recente. Atualmente, estamos desenvolvendo moradias para o alojamento das vítimas de terremoto na Itália, cujas soluções devem atender a famílias de duas a seis pessoas. No ano passado, a Cidade do Cabo recebeu Spaceboxes com 50 m² para abrigar grupos de até 6 pessoas”, diz Mart de Jong.

A Spacebox inclui, além de sala e quarto geminados, cozinha e banheiro. A área total das residências pode varias entre 18m² e 23m². Nos corredores, há sistemas de iluminação automático com detector de movimento. Estes modelos de residência custam, segundo Jong, metade do preço de uma casa padrão e podem ser transferidas de um local para o outro com agilidade quando necessário. Um dos maiores benefícios desse tipo de construção é, além do baixo custo, o tempo curto e a facilidade de fabricação, revela o arquiteto.

Zap o especialista em imóveisCorredor das casas Spacebox é iluminada e toda decorada

“Vejo o sistema Spacebox como um produto de massa. A beleza da pré-fabricação consiste em ser uma construção estável e ao mesmo tempo ser um sistema flexível. É possível produzir grandes quantidades de produtos em um tempo muito curto. Outra vantagem é que é “”muito mais limpa”” do que a construção padrão, com o controle da produção ocorrendo em sua maior parte dentro da fábrica. Além disso, você pode produzir exatamente o mesmo produto onde quiser. Estamos nos preparando agora para a produção nos Estados Unidos da América numa larga escala. Partes do Spacebox serão embarcadas na Europa, outras partes serão produzidas na própria América, e as unidades serão reunidas no local de destino das edificações”, encerra Jong.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.