30/10/2006

Estratégia das empresas é conquistar vizinhos

Fonte: O Estado de S. Paulo

Praças adotadas, ruas reurbanizadas e avenidas inteiras ganhando árvores, flores e monumentos. Em boa parte da cidade, empresas privadas vêm contribuindo para embelezar o entorno do seu empreendimento e conquistado a comunidade. A manutenção de canteiros em avenidas foi o primeiro passo nessa direção. “A cidade vive um importante momento de cidadania, de valorização”, afirma o urbanista João Valente Filho, do Instituto de Engenharia (IE).

O Grupo Pão de Açúcar, por exemplo, virou parceiro da Prefeitura em várias obras. A empresa também tem cuidado de praças no entorno de algumas de suas lojas na cidade. A Fnac, megastore de livros, CDs e DVDs, seguiu o exemplo. Desde 1999 cuida da manutenção da Praça dos Omaguás, em Pinheiros, na frente de uma de suas lojas.

Ruas como a Victorio Fasano, nos Jardins, viraram atração turística depois da intervenção feita pela família Fasano, dona de um hotel e restaurante no local. Com investimento de R$ 670 mil, o grupo substituiu os postes por fiação subterrânea e padronizou as calçadas. “Foi uma maneira de recompensar a comunidade pelos transtornos durante a construção do hotel”, diz Rogério Fasano. “Pena que outros comerciantes não tenham aderido à idéia.”

Mas falta um passo à frente, como ressalva o urbanista Wilson Edson Jorge, professor de Planejamento Urbano da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da Universidade de São Paulo (USP). “A iniciativa é ótima, mas normalmente essas obras são feitas em áreas já privilegiadas, em território restrito. Há outras regiões que também precisam ser beneficiadas”, afirma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.