17/06/2010

Estúdio de design italiano cria uma casa inflável, resistente a água e fogo

Fonte: O Globo
A casa inflável é composta por módulos (Foto: Divulgação)
A casa inflável é composta por módulos (Foto: Divulgação)

À primeira vista, a casa inflável projetada pelo estúdio de design italiano Altro Studio causa estranhamento. Mas, ao conhecer o projeto, logo se percebe que trata-se de uma boa alternativa para uma construção simples, não nociva ao meio ambiente e de fácil execução. Totalmente transparente, a casa segue o princípio da modulação: é composta por três elementos infláveis, que medem 2,5 metros de comprimento, 2,3 metros de altura e 1,5 metro de espessura. Os módulos, ancorados no solo por um sistema composto de plataformas de aço, são unidos através de fechos. Cada módulo é concluído com painéis encaixáveis não-infláveis, que podem conter uma porta ou janela, conforme necessário.

Dentro da casa, móveis e outros objetos – como poltronas, sofás, camas e mesas – também seriam infláveis e/ou transparentes, mas só para casar com a proposta do projeto. Se o dono preferisse, poderia decorar com móveis comuns.

Diretora do Altro Studio, Anna Rita Emili explica que a estrutura é concebida com material resistente ao fogo e à água.

“É uma casa temporária, autossuficiente e econômica, e com utilizações bastante alternativas. Por exemplo: uma garagem temporária, um local para armazenamento de objetos, conexão entre instalações desportivas e escritório, entre outros usos”, diz, acrescentando que casas temporárias são mais eficientes em desastres naturais, pois funcionam como abrigo imediato.

A casa inflável é composta por módulos (Foto: Divulgação)
A casa é temporária e pode ser usada como abrigo em desastres naturais (Foto: Divulgação)

Outra alternativa de moradia apresentada pelo estúdio é a casa biodegradável: uma estrutura também inflável de PVC, que uma vez preparada e mantida sob pressão é coberta por uma camada de polímero biodegradável, com 7cm de espessura. Concreto também é utilizado, no método Binishells – no qual o material é inflado, criando-se estruturas em forma de conchas com finas superfícies. Uma vez que o material estiver seco, a estrutura inflável é removida, mostrando o polímero biodegradável (material natural), em que é possível fazer aberturas ou remover partes, utilizando serras circulares. Dentro de seis meses, os agentes atmosféricos gradualmente vão moldando a estrutura, que pode ter formas diversas. Dentro dela, existem elementos de aço móveis, facilmente montados e transportados.

Anna Rita Emili diz que a estrutura da casa inflável tem a vantagem de não interferir tanto na paisagem:

“É como se fosse uma janela temporária para o mundo, criando relação com a paisagem. Este projeto foi criado para uma competição de projetos de arquitetura chamada Casa de Goethe. Imaginei Goethe viajando pela Itália e contando sobre as imagens da paisagem italiana. A descrição foi elaborada no diário de Goethe, especificamente quando ele diz “a clareza espumante da paisagem italiana”.

O Altro Studio foi criado em 1998 por um grupo de pessoas dispostas a trabalhar em um ambiente interdisciplinar (no início o grupo era composto por um arquiteto; duas artistas, uma delas pertencentes ao grupo Stalker; um historiador e urbanista e alguns colaboradores). O coletivo tem desenvolvido, desde o início, uma investigação permanente no campo específico da habitação. A atividade aborda principalmente as novas formas de viver a casa – temporárias, flexíveis, transformáveis. Compreender as novas necessidades do indivíduo, tanto em nível estrutural quanto funcional, dizem seus colaboradores, é o que impulsiona o Altro Studio em sua pesquisa sobre novas tecnologias (principalmente a automação) e novos materiais, com especial referência aos problemas de sustentabilidade ambiental.

LEIA MAIS:

VEJA PROJETOS QUE ROMPEM BARREIRAS ENTRE AMBIENTES INTERNOS E EXTERNOS

VEJA COMO DECORAR SUA CASA COM UM CLIQUE

IMÓVEIS BARATOS, MAIS LUXUOSOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.