30/10/2006

Europeus investem em Sauípe

Fonte: O Estado de S. Paulo

Condomínios de casas de verão têm 35% do estoque vendido para estrangeiros

DivulgaçãoZap o especialista em imóveisBrasil Open – Um atrativo da Costa do Sauípe é sua infra-estrutura, que além do torneio de tênis realiza o Aberto do Brasil de golf

A velocidade do retorno de investimentos em empreendimentos imobiliários no litoral do Nordeste, que é rápida, chama a atenção de europeus, na maioria portugueses, responsáveis pelas compras de 35% das casas vendidas no segundo condomínio lançado pelo setor imobiliário da construtora Odebrecht. No município de Mata de São João, o resort da Costa do Sauípe recebe semanalmente de 800 a mil turistas estrangeiros, muitos deles para investir nestas casas de veraneio.

Numa área de 366 metros quadrados, na Fazenda Sauípe, será implantado um condomínio de 180 casas, chamado Quintas do Sauípe. O primeiro empreendimento, o Casas do Sauípe, está totalmente vendido. Segundo compradores, como o ex-tenista Marcelo Meyer, um dos grandes atrativos é que desde o lançamento do primeiro condomínio já houve uma valorização estimada em 40% a 50% do capital aplicado.

O preço das casas, com terreno, varia em torno de R$ 480 mil a R$ 900 mil.

São 16 opções de plantas, em terrenos com área de 900 a 1,8 mil metros quadrados. Há serviços de club concierge e uma central de locação para compradores em busca de retorno financeiro. Num local próximo, a praia do Forte, alugar casas semelhantes na alta estação pode custar R$ 30 mil mensais. No Quintas – condomínio fechado com segurança – existe a expectativa de boa demanda nas locações.

Torneios

A idéia destes condomínios é de integrar moradores, veranistas, usuários das casas, ao resort da Costa do Sauípe, que oferece opções de lazer, mas que não tem freqüência tão grande, especialmente em época de baixa ocupação nos hotéis. Por isso, será possível utilizar toda a infra-estrutura deste complexo hoteleiro, dos restaurantes à área de lazer.

O empreendimento tem influência dos construídos na Flórida, Estados Unidos, onde campos de golfe do circuito Professional Golf Association (PGA) e centros de tênis transformam-se em pontos de atração para compradores.

O Quintas do Sauípe está próximo do campo de golfe onde é disputado o Aberto do Brasil, torneio internacional para profissionais, além do Brasil Open de Tênis. “Tanto para o complexo hoteleiro como para os condomínios será utilizada a mesma portaria”, explica o engenheiro e responsável pelo empreendimento imobiliário da Odebrecht, Maurizio Bastianelli.

“Existe já uma estrutura montada e que será de uso comum. Além disso, os empreendimentos mantém um padrão ambiental. Tanto é que dos 30% da área de ocupação, estamos utilizando apenas 15%, mesmo que isso signifique menores lucros.” Isolada pelos Rios Sauípe e Santo Antônio – o projeto do Quintas integra as casas numa imensa área verde, com dunas e uma lagoa que poderá ser utilizada por barcos a vela ou com motores elétricos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.