25/03/2009

Fabricantes dizem que não vai faltar material

Fonte: O Estado de S. Paulo

Feicon começou ontem em São Paulo em clima de otimismo

DivulgaçãoEmpresas se preparam para atender a demanda das classes C e D

A Feicon, maior evento da indústria da construção do Brasil, começou ontem em São Paulo, em clima de otimismo. Com parte da capacidade de produção ociosa devido à retração das vendas de apartamentos novos desde a metade do ano passado, os fabricantes afirmam que não vão faltar fios, vasos sanitários, pias e chuveiros.

“Do jeito que a construção civil estava, poderia faltar produto. Mas agora não. A Deca vem se preparando para atender à crescente demanda das classes C e D. Então o pacote do governo será mais uma oportunidade”, diz Marco Antonio Meleo, diretor de Desenvolvimento e Marketing. A empresa comprou em 2008 a Ideal Standard e agregou três fábricas ao portfólio. A de Queimados (RJ), está fechada e pronta para operar assim que a demanda aumentar.

Flávio Danesin, diretor comercial da Corona, também diz: “Não vai faltar produto”. O executivo prevê que o faturamento cresça 10% em 2009.

A Astra, segundo o diretor Manoel Flores, espera o mesmo crescimento: “Investimos nos últimos dois anos prevendo que em algum momento pacotes como este poderiam sair do papel”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.