04/09/2013

Faça uma decoração de circo para o quarto do seu filho

Saiba como fazer uma decoração temática sem exageros

Fonte: ZAP Imóveis

Circo é sinônimo de alegria, palhaços, cores. Mas, por ser um tema específico, existe um conceito a ser seguido. Na opinião da arquiteta Monica Becker, podemos explorar esse universo de formas e cores sem exageros.

Os itens a serem usados, como cama, beliche, bicama e iluminação, devem reproduzir um pouco desta temática (Fotos: Divulgação)

Os itens a serem usados, como cama, beliche, bicama e iluminação, devem reproduzir um pouco desta temática.

“Em todo projeto existe um briefing inicial com o cliente para mapear as suas necessidades e desejos. Acho importante respeitar as ideias dele e sempre busco o equilíbrio quando temos uma decoração temática, ou seja, o menos é mais”, acredita.

Monica sugere o uso de peças de cores alegres e formas que imitem o universo circense. “Acredito que devemos escolher cores neutras para as paredes, deixando para ousar nas almofadas, tapetes e objetos decorativos, como luminárias bem coloridas”, aconselha.

A arquiteta Adriana Victorelli tem uma opinião diferente. Para dela, pode-se fazer uma pintura especial com tema de circo em uma das paredes, representando uma plateia, por exemplo. Ela sugere que a estrutura da cama seja um pequeno palco e que sejam colocadas luminárias pendentes coloridas.

Como o circo tem muitos elementos, é preciso tomar cuidado para não usar cores demais, o que pode enjoar com o passar do tempo, indica especialista

“Um detalhe bacana pode ser um balanço apoiado no teto, que pode ser associado ao trapézio. Também se pode colocar um sofá cheio de bichos de pelúcia, como leão, urso e macaco, remetendo a um circo do bem, em que os animais são de pelúcia”, brinca a arquiteta.

Outra opção é fazer um picadeiro com piscina de bolinhas, com 20 cm de profundidade. “Você pode encher o espaço de bolinhas ou de bichinhos de pelúcia para ficar mais macio, se for o quarto de um bebê”, recomenda.

Na opinião do arquiteto Augdan de Oliveira Leite, como o circo tem muitos elementos, é preciso tomar cuidado para não usar cores demais, o que pode enjoar com o passar do tempo.

“Se você escolher tons puxando para o pastel nas cores amarela, azul, verde e vermelha o resultado fica mais agradável. Se preferir cores fortes introduza o branco como contraponto, deixando mais branco que o colorido”, ensina.

O arquiteto também aconselha o uso de cortinas de voil, nas cores verde, azul ou amarela, com xales listrados nas laterais. “Fica bonito porque o voil é suave”, explica.

Há várias peças no mercado com motivos de circo, como luminárias com palhaços, bolas e animais para o teto, além de abajures

Para a iluminação, Augdan lembra que há várias peças no mercado com motivos de circo, como luminárias com palhaços, bolas e animais para o teto, além de abajures. Também há aparadores de livro com motivos de palhaço.

Os edredons e almofadas, na opinião de Augdan, também podem ter imagens de palhaço e de animais. As almofadas podem ser colocadas em cima de uma colcha branca na cama.

As paredes podem ser decoradas com quadros que tenham motivos de circo com moldura branca. “Você pode fazer também uma produção fotográfica em preto e branco, vestindo a criança de palhacinho, e fazer a inserção na parede como painel, em cima da cama ou da escrivaninha. O resultado vai ficar muito interessante.”

Quanto aos móveis para combinar, Augdan prefere os provençais ou coloniais na cor branca e, para os tapetes, ele recomenda que sejam neutros, no mesmo tom do voil da cortina, para o ambiente não ficar carregado.

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.