26/07/2011

Feira Casa Brasil, em Bento Gonçalves, traz as novidades da indústria moveleira

Fonte: Karine Tavares

Conhecida como um dos mais importantes polos moveleiros do país, a cidade de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, sedia de 2 a 6 de agosto a Casa Brasil, feira de móveis que alia lançamentos de peças de design contemporâneo com seminários internacionais, mostras culturais e negócios. Serão cerca de 150 expositores de todos os estados do Brasil e da Itália, reunidos no Parque de Eventos de Bento Gonçalves. A expectativa é negociar até R$ 200 milhões e chegar a um total de 18 mil visitantes durante os quatro dias de evento.

“Além de apresentarmos o mobiliário, também envolvemos a comunidade com mostras culturais como o projeto “Banco de ideias”, que vem chamando a atenção do público de toda a cidade”, destaca Cátia Scarton, diretora do Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindimóveis), que promove a feira.

Mesa com base rasgada de Rafael Miranda para Way Design: um dos lançamentos da feira
Mesa com base rasgada de Rafael Miranda para Way Design: um dos lançamentos da feira

Inspirado pela “Cow parade“, que leva vaquinhas customizadas para ruas de grandes cidades do mundo, o “Banco de ideias” espalha pela cidade bancos customizados por designers, artistas plásticos e arquitetos de todo o país. São 41 deles em praças, pontos comerciais e locais de grande circulação de pedestres. A vantagem sobre a “Cow parade” é que, no caso dos bancos, quem quiser, pode sentar e descansar um pouquinho. E o melhor é que, depois do evento, todos eles serão leiloados, e a renda será revertida para instituições beneficentes ainda não definidas.

Voltada para profissionais, mas aberta ao público em geral, a feira trará lançamentos de vários segmentos da decoração: dos planejados à tapeçaria, passando por iluminação e às novas criações de mobiliário. Grandes marcas como Avanti, Saccaro, Bartzen, Evviva e Way Design também estarão presentes. Além das novidades, o evento terá ainda estandes de designers e exposições diversas. O projeto “Design concreto”, por exemplo, mostra que a união entre design e cadeia produtiva é possível, formando parcerias entre empresas e designers para o desenvolvimento conjunto de novas peças.

Para profissionais e estudantes, o espaço “Desenhando o futuro” traz palestras e seminários diários, dados por designers como o carioca Fred Gelli, da Tátil Design, o alemão Konstantin Grcic e o suíço Ricardo Blummer.

“Nós sempre escolhemos profissionais que tenham uma experiência rica para partilhar com nossos talentos locais”, conclui Cátia.

LEIA MAIS:

Escritório japonês transforma residência em playground com um grande escorregador

Móveis e ambientes revelam suas facetas ocultas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.