19/05/2008

Feirão de imóveis movimenta R$ 1,4 bi

Fonte: O Estado de S. Paulo

Evento da Caixa termina com recordes de público e de negócios

Paulo Pinto/AEZap o especialista em imóveisNa hora – Cabeleireira Lucrécia Florenciano fechou negócio no estande da Tenda e ganhou a mobília para o apartamento de R$ 93 mil

A 4ª edição do Feirão da Caixa, no Expo Center Norte, em São Paulo, terminou ontem com recordes de público e de negócios. Nos cinco dias de evento, mais de 162 mil pessoas à procura da casa própria – 8 mil a mais do que no ano passado – passaram pelo atendimento, estandes das construtoras e imobiliárias. Cerca de 21,5 mil contratos foram encaminhados, no valor de R$ 1,4 bilhão, superando em R$ 100 milhões a marca registrada em 2007, segundo balanço divulgado após o fechamento das portas ontem, às 15 horas.

A movimentação de negócios, no entanto, foi abaixo da expectativa da Caixa, que projetava um montante de R$ 1,5 bilhão. Mas o banco pretende alargar o número de contratos fechados a partir da feira por meio de uma estratégia de vendas pós-evento. “Vamos montar uma sala de guerra para agilizar o fechamento dos negócios. Vai ser um mutirão das agências”, antecipou o superintendente-regional da Caixa, Augusto Bandeira Vargas.

Ainda hoje, o banco deve detalhar os números do feirão, mas algumas surpresas já puderam ser identificadas. “Não imaginávamos que íamos fechar tanto contrato do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo)”, afirmou o gerente regional Luiz Carlos Previlato, sem divulgar o volume total de negócios da modalidade de crédito nem a fatia que representou no total de contratos.

A surpresa ocorre porque o empréstimo via SBPE é a opção contratada na compra de imóveis acima de R$ 130 mil, fora do foco do banco e da feira, cuja média de ofertas era em torno de R$ 90 mil. Para essa faixa de preço, o crédito pode ser feito a juros mais baixos, com recursos do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS).

Outro fato que chamou a atenção no evento foi o grande número de jovens interessados na compra da casa própria. “Não temos números ainda, mas só de olhar você já percebe”, afirmou Vargas. Na opinião dele, essa é uma tendência que já pode ser observada a partir dos balanços de financiamento do banco, que mostram que 43% dos negócios são fechados para clientes na faixa etária de 26 a 35 anos.

O casal Léo Araújo Rosa, de 28 anos, e Guiomar Luiza Tino, de 27 anos, se encaixa no perfil. Moradores de Guarulhos, eles acordaram cedo no domingo para retirar a carta de crédito de R$ 30 mil que será usada na compra de uma casa na Zona Leste da cidade. Eles ainda não encontraram o imóvel, mas já fizeram o planejamento. “Não vamos financiar o valor total, e vamos financiar em 20 anos, porque na ponta do lápis vai sair mais barato que o aluguel”, afirmou Rosa.

Estratégia agressiva

As empresas presentes ao feirão adotaram uma estratégia mais agressiva que nas edições anteriores, com claro objetivo de fechar negócios no evento. A Tenda, por exemplo, deu de brinde as mobílias do apartamento para quem assinasse o contrato no local. “Nossa estratégia é fechar negócio aqui”, disse Peterson Querino, diretor-regional de vendas.

Deu certo. A cabeleireira Lucrécia Florenciano, de 52 anos, foi uma das que aproveitaram a promoção. Ela visitou apenas um estande na feira e já saiu de negócio fechado, sem conhecer o imóvel. “Não procurei nenhum outro”, disse. Vai pagar R$ 93 mil por um apartamento de dois quartos no Parque do Carmo, na Zona Leste.

Números

162 mil
foi o total de pessoas que visitaram a 4.ª edição do Feirão da Caixa, evento que durou cinco dias no Expo Center Norte. O número representa 8 mil pessoas a mais do que no ano passado

21,5 mil
negócios foram encaminhados pelas construtoras e imobiliárias presentes no feirão. Foram oferecidos imóveis novos e usados

R$ 1,4 bilhão
foi o valor total dos negócios fechados a partir da feira. O montante superou em R$ 100 milhões a marca do ano passado

R$ 1,5 bilhão
era a expectativa da Caixa para os negócios fechados no evento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.