31/01/2012

Férias de verão exigem mais cuidados e reforço de segurança em condomínios. Veja dicas

Férias de verão exigem mais cuidados e reforço de segurança em condomínios. Veja dicas

Fonte: Revista do ZAP

Segundo o Sindicato da Habitação do Estado do Rio de Janeiro, o aumento da cirulação de pessoas nesta época do ano facilita a ação de bandidos

O período de férias pode ser um problema para os condomínios, especialmente para os localizados em praias e em lugares com grande movimento de turistas. O aumento da circulação de pessoas facilita a ação de bandidos que, muitas vezes, entram nos imóveis disfarçados de entregadores, prestadores de serviços ou até de locatários.

Pensando nisso, o Secovi Rio (Sindicato da Habitação do estado do Rio de Janeiro) reuniu algumas dicas úteis para evitar invasões em condomínios. “É necessário criar uma rotina que assegure a tranquilidade das pessoas, o que pode ser feito com pequenas ações. Uma postura preventiva na portaria ajuda a minimizar os riscos de assalto, sem que haja necessidade de intervenção policial”, alerta o consultor do Secovi Rio em segurança predial, Raimundo Castro.

Divulgação

















Confira as dicas do Secovi para deixar o condomínio mais seguro:

– Explique sempre aos moradores do local os procedimentos de segurança e peça a colaboração de todos.

– Faça um cadastrado de todos os moradores e uma relação de prestadores de serviços do prédio, como empregados domésticos, pintores, motoristas, etc..

– Tenha um Circuito Fechado de Televisão (CFTV) instalado no condomínio. Esse é o mecanismo mais eficiente utilizado atualmente. As câmeras devem ficar posicionadas na frente do prédio, monitorando as entradas social a da garagem, o interior da portaria e da garagem e os elevadores.

– Estabeleça um sistema rígido de controle de entrada e saída do prédio com, por exemplo, um livro específico para que todo visitante seja registrado na portaria. Por ser proibido reter documentos, o porteiro deve ser orientado para pedir uma identificação, anotando nome, número do documento, número do apartamento a ser visitado, horário da entrada e saída do visitante.

– Estabeleça cartões de identificação para o acesso de veículos à garagem ou selos adesivos para fixação no pára-brisa.

– Nunca permita que pessoas estranhas usem o banheiro do condomínio. Muitos assaltos foram praticados usando esta desculpa. O porteiro deve orientar a pessoa a procurar um banheiro público.

– Exija a identificação dos empregados de concessionárias de serviços. Se for necessário, o porteiro deve confirmar, por telefone, se o empregado é realmente de tal empresa. Também é fundamental confirmar a solicitação do serviço com o morador.

– Mensageiro com alguma entrega só deve entrar no prédio após confirmação e autorização do morador. Antes de abrir a porta, observe se existem pessoas próximas em atitude suspeita.

– Dê atenção especial à portaria nos finais de semana e feriados, quando o movimento de moradores e visitantes se mistura.

– Suspeite de policiais militares, policiais civis e policiais federais, uniformizados ou não, em carros particulares, querendo entrar no prédio. Não abra a porta sem autorização, chame o síndico e peça mandato judicial.

– Varra a calçada e faça outros serviços em horários alternados, para que a rotina do condomínio não seja percebida. Fique sempre atento ao que acontece em volta.

– Não se impressione com boa aparência e suposta autoridade. Muitos assaltantes se passam por pessoas de alto nível social.

– Avise o condomínio caso decida alugar suas vagas de garagem para que as medidas de segurança cabíveis possam ser tomadas.


Leia mais:
>> Segurança em casa: câmeras inibem invasores e depredação no condomínio
>> Faça a sua parte: atitude dos moradores diminui riscos de invasão
>> Saiba como deixar sua casa mais segura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.