01/10/2010

Financiar, só depois da greve

Fonte: Jornal Extra

A greve dos bancários não atrapalha apenas o dia-a-dia da cidade. Para aqueles que estão comprando um imóvel, a paralisação pode sair ainda mais cara. Se o contrato de compra e venda já estiver fechado, com pagamento do sinal e prazo para a liberação do financiamento, o comprador corre um grande risco de perder o valor pago e ainda ficar sem o imóvel.

De acordo com Hamilton Quirino, advogado especialista em Direito Imobiliário, para esses casos, o melhor a se fazer é entrar na Justiça contra o vendedor e provar – por meio de notícias de jornal e avisos do banco – que o descumprimento do contrato foi causado por motivos de força maior:

O ideal é que o contrato contemple situações de risco ou que não tenha nenhuma cláusula que preveja a perda do sinal em caso de descumprimento do acordo. Mas, como nem sempre o ideal existe, será preciso tentar negociar com o vendedor e, caso ele não seja maleável, entrar na Justiça.

LEIA MAIS:

Imóveis quitados já são maioria

Casa própria: dívida mais alta

Mais R$ 41 bilhões para a casa própria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.