06/05/2015

Preço dos imóveis segue em ritmo de queda em abril

Valor do metro quadrado médio das 20 cidades analisadas foi de R$ 7.590, segundo o Índice FipeZAP

Fonte: ZAP Pro

O Índice FipeZAP, que acompanha o preço de venda dos imóveis em 20 cidades brasileiras, registrou um crescimento acumulado em 2015 de 1,08%, ficando abaixo da inflação esperada para o período, de 4,55% (IPCA-IBGE). Dessa forma, o preço médio anunciado do metro quadrado ampliou sua queda real para -3,47% nos 4 primeiros meses de 2015.

fipezap abril
Rio de Janeiro segue como a cidade com o metro quadrado mais caro do Brasil (Foto: Shutterstock)

+ FipeZAP – Preços dos imóveis passam por correção no 1º trimestre

+ Cresce o número de pessoas que acreditam na queda dos preços dos imóveis em 2015

Em 2015, todas as 20 cidades que compõem o índice registraram variações menores do que a inflação.

Nos últimos 12 meses, encerrados em abril, os preços subiram 5,25%, permanecendo abaixo do IPCA esperado para o período, de 8,16%. Foi a quarta vez consecutiva que houve variação menor do que a inflação nessa base de comparação, configurando nova queda real de preços. Foi também a sexta vez consecutiva que o índice registrou queda real na base de comparação mensal.

FipeZAP abril

Em abril deste ano, o valor anunciado do m2 médio foi de R$ 7.590. A cidade com o m2 mais caro continua sendo o Rio de Janeiro (R$ 10.653), seguida por São Paulo (R$ 8.570).

Os dois municípios que apresentaram os menores preços foram Contagem (R$ 3.516) e Goiânia (R$ 4.155).

Leia mais sobre a variação de preço do metro quadrado nas 20 cidades brasileiras.

 

*Fonte: ZAP Pro

 

Veja imóveis em Curitiba

+ Caixa aumenta taxa de juros do financiamento imobiliário

+ Cinco dicas para quem vai comprar um imóvel como forma de investimento

+ Ferramenta informa o preço estimado do seu apartamento

+ Título de capitalização pode ser oferecido como garantia locatícia

+ Confira quais cuidados tomar ao investir em um imóvel para locação

 

 

 + Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.