03/07/2008

Fique menos no banho e compense a alta da luz

Fonte: Jornal da Tarde

Mudar hábitos é uma boa alternativa para neutralizar o reajuste de 8,6% da energia elétrica

Diminuir o tempo de banho de 15 minutos para 12 minutos, por exemplo, já é suficiente para neutralizar, com folga, o reajuste na conta de luz de 8,6% que entra em vigor amanhã. Somente com essa medida, já se reduz em 20% o consumo de energia em casa.

O cálculo leva em conta uma família de quatro pessoas, cada qual tomando um banho por dia, já com a nova tarifa de R$ 0,39248 para consumo médio mensal de 250 quilowatts/hora (kWh) e inclui o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de 25%.

De acordo comos cálculos realizados pelo Jornal da Tarde, sob orientação de Rafael David, engenheiro da Divisão de Planejamento da Eletrobrás, um banho diário de 15 minutos de cada integrante da família representaria, no fim do mês, um valor de R$ 51,81 no total da conta, correspondente a um gasto de 132kWh. Se cada pessoa terminar o banho três minutos antes, no fim do mês o consumo total do chuveiro será de 105,6 kWh, que representará R$ 41,45 no total da fatura.

Para chegar aos resultados, David multiplicou a potência do aparelho, no exemplo de 4,4 milWatts, pelo tempo do banho diário de todos os integrantes da família pela freqüência de 30 dias. No caso do banho de 15 minutos, o tempo é de uma hora. Já para o exemplo de 12 minutos, David dividiu o tempo diário de banho, de 48 minutos pelos 60 minutos que compõem a hora, que apresentou o resultado 0,8, que, em seguida, multiplicou pela potência do aparelho e pelos mesmos 30 dias.

Segundo David, a fórmula pode ser utilizada para medir o nível de consumo de outros eletrodomésticos como forma de verificar a fim de reduzi-los. Ele afirma que utilizou o exemplo do chuveiro porque representa cerca de 24% do total dos gastos de energia de uma residência. A seguir vêm geladeira, com 22%; ar-condicionado, com 20%; iluminação, com 14%;e aparelho de TV, com 9% do total do consumo.

Segundo Lisa Gunn, técnica do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), outra boa alternativa de economia é desligar a função stand-by de TVs, DVDs, rádios-relógio, além do relógio do forno de microondas. De acordo a técnica, estudos do Idec em conjunto com a Eletrobrás informam que tirar o aparelho da tomada durante um dia inteiro pode representar uma economia de até 15% no valor final da conta de energia elétrica, sem considerar a quantidade de unidades de cada item em funcionamento na casa, já que, quando há mais de uma, a economia pode ser ainda maior.

O reajuste que entra em vigor amanhã deve impactar consideravelmente a inflação. De acordo com Cornélia Albuquerque, coordenadora do Índice de Custo de Vida do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (ICV-Dieese), no caso das famílias de baixa renda (ganho mensal médio até R$377) o impacto será de 0,39 ponto porcentual.

ECONOMIZE – Para calcular o que representa na conta o gasto de energia de um eletrodoméstico, multiplique a potência do aparelho pelo tempo diário de uso e pela quantidade média de dias de uso e, o resultado, pela tarifa de energia. Exemplo: 4,4milWatts (potência do chuveiro) x 1h (banhos de 4 pessoas, 15 minutos cada) x 30 (número de dias da ocorrência). No caso de aparelhos com a média de uso diário em minutos, deve-se dividi-los por 60 antes de multiplicar para verificar o gasto em kWh: 48 minutos (banhos de 4 pessoas de 12 minutos cada) divididos por 60. O resultado, 0,8 entrará na multiplicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.