28/02/2016

Fuja dos problemas: veja cinco maneiras de perder o controle de sua reforma

Planejamento é tudo quando o assunto é a obra de casa

Fonte: 100 Pepinos*
A busca pela casa ideal é sem fim e, por isso, as reformar merecem muita atenção (Fotos: Shutterstock)
A busca pela casa ideal é sem fim e, por isso, as reformas merecem muita atenção (Fotos: Shutterstock)

Ter a casa dos sonhos é um dos principais objetivos de vida das pessoas, mas alguns cuidados devem ser tomados para que o projeto não se perca no meio da reforma.

+ Evite erros na hora de escolher a tinta para sua casa

+ Conheça 7 pepinos que podem estar invisíveis em sua obra

A dica principal é: para não perder o controle da obra tenha certeza de cada passo e acompanhe melhor cada decisão. Se informe sobre o processo, acompanhe melhor os momentos críticos da obra, converse mais com o pedreiro e com os outros profissionais de mão de obra, mesmo se você já tiver um arquiteto para orientações desde o começo.

Saiba quais são as maiores armadilhas e não deixe que elas aconteçam com você.

1 – Não planejar a reforma

É muito importante ter um plano antes de começar. Você precisa saber o que quer fazer e tomar algumas decisões, especialmente as que envolvem dinheiro e tempo. Mas suas decisões devem também estar focadas em qualidade para que sua obra dê certo, para que você gaste apenas o planejado e para que a sua experiência com a obra seja boa. É na falta de planejamento que mora a maior parte dos pepinos e é por isso também que as pessoas costumam ter medo e raiva de reforma.

Planeje tudo o que quer fazer antes de começar qualquer coisa (Fotos: Shutterstock)
Planeje tudo o que quer fazer antes de começar qualquer coisa

2 – Contratar mão de obra no escuro

Você contratou porque o pedreiro pareceu trabalhar bem, o encanador sabia tudo de encanamento e o eletricista nunca tomou um choque na vida. Eles falaram com você em ‘obrês’ e você achou que dava pra confiar. Há duas regras básicas para não errar feio com contratação do prestador de serviço: checar as referências e entrevistá-lo antes de contratar.

A entrevista não é uma prova para testar o profissional. É mais uma conversa para ver se vocês se entendem para fazer a reforma juntos. E você precisa saber os serviços que ele vai fazer na sua casa. Se não houver entendimento antes, imagina o que vai acontecer durante a obra!

Consulte mais de um profissional especializado para não fazer a pior escolha
Consulte mais de um profissional especializado para não fazer a pior escolha

3 – Cair na tentação do ‘só mais uma coisinha’

Não teve jeito. Você se empolgou e no meio da reforma decidiu fazer mais uma coisinha, comprar uma peça mais cara(uma pecinha só), aproveitou que o pedreiro estava lá e pediu pra colocar um sifão novo na pia, trocar a cor de uma parede do quarto, quebrar uma parede, trocar todo o piso, fazer um quarto novo, nada demais… Cuidado! O céu é o limite. Mudar e refazer gera muito desperdício de material e serviços.

Pense bem na hora de surgir um novo desejo durante uma reforma em andamento
Pense bem na hora de surgir um novo desejo durante uma reforma em andamento

4 – Não conseguir controlar o tempo da reforma

Uma das maiores queixas de quem reforma é que ‘demorou muito mais do que o previsto’. Se for pra durar um mês vira dois. É preciso ter um cronograma realista e combinar bem as datas e prazos. Não adianta prometer o serviço em menos tempo que ele realmente pode ter. Então, se informe para saber quanto tempo cada etapa de obra requer (e não se deixe enganar, nem aceite improvisos). E coordene bem a chegada dos materiais para o pedreiro não ficar sem ter o que fazer e aproveitar esses dias pra fazer uma obra rapidinha em outro cliente.

Controle bem a chegada dos materiais para a reforma
Controle bem a chegada dos materiais para a reforma

5 – Descobrir problemas só depois que a reforma acabou

A poeira acabou, não tem mais ninguém de fora na sua casa, tudo parece estar bem feito. Você ficou feliz porque o piso até ficou com caída para o ralo, a pintura combinou com o sofá e as tomadas ficaram retinhas na parede. Fez até um open house pra comemorar!

Mas duas semanas depois apareceu uma mancha na parede, deu curto e queimou a TV e o piso começou a trincar. Antes de começar uma obra, gaste um tempinho estudando o como ela deve ser feita e cheque passo a passo e quando finalizar teste! Tomadas, torneiras, chuveiros e exija o reparo do que for preciso.

Ao término da obra verifique tudo o que foi feito para ver se realmente não existe problema
Ao término da obra verifique tudo o que foi feito para ver se realmente não existe problema

+ Imóvel reformado vende mais rápido

+ Veja os 10 erros mais engraçados da construção

+ Estrutura de aço em construções reduz tempo de obra 

+ Confira o manual da reforma perfeita

+ Aconchegante, piso térmico espanta o frio da sua casa

+ Valorize seu apartamento com reformas pontuais

 

* site parceiro do ZAP  (www.100pepinos.com.br)

 

Quer receber mais dicas de decoração e mercado? CLIQUE AQUI e cadastre-se

1 Comentário

  1. Faltou a principal dica: Somente um Engenheiro ou Arquiteto conhece todas as etapas e normas para a realização correta dos serviços em uma obra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.