10/08/2012

Funcionalidade prevalece quando o assunto é quarto de bebê

Funcionalidade prevalece quando o assunto é quarto de bebê

Fonte: Revista do ZAP

Conheça três projetos e veja o que priorizar na hora de planejar o ambiente do nenê

Se os ambientes de uma casa devem ter uma atmosfera relacionada à personalidade do proprietário, como proceder quando se trata de quartos de bebê? Descubra o que priorizar nesses espaços e quais são os objetos imprescindíveis para facilitar seu cotidiano.

Para a arquiteta Daniele Cardoso, responsável pelo projeto abaixo, um quarto de bebê, acima de tudo, tem que ser funcional. “Não adianta ser bonito e não ser prático. Deve-se pensar não só em quem vai habitar o dormitório, mas também em quem vai fazê-lo funcionar: a mãe”, ela defende.

Divulgação / DC Arquitetura

“A mãe não deve se preocupar em pegar um banco para alcançar a prateleira de cima, ou então sair atras do interruptor de luz lá do outro lado do dormitório. São coisas que nós arquitetos temos o dever de facilitar,” continua. 

Pensando nisso, Daniele explica que os materiais laváveis, pisos de PVC ou vinílicos são mais indicados. Além disso, ela sugere adesivos para uma decoração rápida e barata. “E espelhos, os favoritos dos bebês”, acrescenta.

A arquiteta diz que os pedidos que mais escuta dos pais é o céu estrelado feito com luzes de LED e um dormitório “que não tenha cara de bebê”. No quarto projetado por Daniele, as cores do Grêmio dominam a decoração.

Divulgação / DC Arquitetura

O projeto do quarto abaixo, de responsabilidade da arquiteta Tania Bertolucci, foi desenhado de forma a preservar o espaço da criança, deixando área livre para seus brinquedos e incentivando as percepções do mundo externo. Assim, a profissional privilegiou contrastes de cores, em papel de parede colorido e nichos de diversos tons para colocar os brinquedos. “Mas sempre com critério: cores fortes ou escuras demais podem tornar o espaço claustrofóbico e influenciar negativamente o emocional dos bebês. É preciso ter equilíbrio”, explica Tania.

Daniel de Los Santos / Haluz

Iluminação é um recurso especialmente importante para estas descobertas, defende a arquiteta, que montou um céu de estrelas (pontos de fibra ótica no forro) que mudam de cor neste quarto. “Fitas de LED com RGB, colocadas em sancas, também funcionam muito bem encantando os bebês”, diz.

Uma ideia bem original utilizada neste apartamento foi a montagem de uma biblioteca para a criança (abaixo), com livrinhos adequados à sua idade numa altura em que ela alcance com facilidade. Segundo Tania, esse acabou se tornando um dos espaços preferidos da menina, hoje com um ano.

A arquiteta nota uma diferença nas solicitações: “Antes, eles pediam quartos com referências a contos de fada, príncipes e princesas. Hoje, desejam temas modernos, como zoológicos e carros.”

Daniel de Los Santos / Haluz

“Por favor, não faz um quarto todo branco!” Esta é a frase que a arquiteta Cíntia Aguiar mais escuta em seu escritório. Uma comprovação de que ela usa e abusa das cores mesmo nos projetos para bebês é o dormitório com foto no topo desta matéria, em que foi eleita um tom forte para equilibrar o branco dos móveis. “Está na hora de desmitificarmos o uso das cores nos dormitórios de bebês. É perfeitamente possível apostar em uma coloração mais marcante para realçar alguns detalhes do projeto e criar uma personalidade para o quarto em harmonia com os demais cômodos da casa”, argumenta.

Para ela, todos os materiais podem ser utilizados nesse ambiente, desde que seja um projeto pensado no bebê. Por isso, deve-se evitar todo e qualquer material pontiagudo: “Os cantos dos puxadores, por exemplo, recebem atenção especial para que não machuquem os pequenos.”

Ainda no projeto, a parede ao lado do berço ganhou atenção especial da profissional, que utilizou recursos de marcenaria para proporcionar movimento e luz tênue ao dormitório. “Criamos um painel arredondado em laca alto brilho na parede, com fita de LED embutida, para dar leveza e criar uma opção de luz próximo ao berço” explica Cíntia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.